17
mai

Judicialização das Relações Escolares: como evitar, é um curso on-line que publiquei na plataforma de ensino CentrodEstudos cujo objetivo diz respeito a Justiça interferindo nas relações escolares e o modo de evitar que isso ocorra.

É um curso para gestores escolares, mas bem interessante, a meu ver, para advogados, porque alarga um nicho de atuação pouco desenvolvido que é o Direito Educacional

Há uma vasta legislação de ensino em forma de leis ou atos normativos, em diferentes Estados e a área é ampla envolvendo desde a responsabilidade civil da escola até a de direito do consumidor, passando pelas questões do ensino propriamente ditas.

É uma área de atuação nova porque somente de uns cinco anos para cá é que os pais de alunos de escolas públicas ou privadas estão acionando a Justiça para fazer valer os seus direitos.

Alguns exemplos de ações judiciais movidas pelos pais de alunos contra as escolas:

– (contra escola particular ) mandado de segurança visando tratamento escolar condizente com as suas necessidades especiais, já que a impetrante é portadora de dislexia, disgrafia e discalculia associada ao Transtorno de Déficit de Atenção e Concentração (TDAH). Decisão do Juiz: No caso em apreço, o comportamento da autoridade coatora de negar a impetrante atendimento especial de acordo com as suas necessidades viola a determinação contida na Carta Magna, pois inviabiliza o acesso da adolescente ao ensino especial, contrariando seu direito fundamental a educação. Enfim, em conclusão, o ato da digna diretora destoa das nobres funções por ela exercida, à consideração de que se deve visar na educação o ponto principal para o desenvolvimento nacional. Diante do exposto, objetivando garantir a impetrante seu direito fundamental a educação especial, concedo a segurança reclamada ( …)

(contra escola pública) ação cominatória de obrigação de fazer para efetivar a matrícula de aluno adolescente, portador de deficiência na instituição de ensino estadual especializada , com fornecimento de transporte escolar especial. Decisão do Juiz: efetivar a matrícula é providência necessária, a fim de se evitar possível piora em seu desenvolvimento psíquico e o agravamento de sua enfermidade, bem como, e principalmente, de se lhe proporcionar uma vida digna, de bem-estar.

(contra a Fazenda Pública do Estado de São Paulo) ação de obrigação de fazer determinando contratação de professor auxiliar que atenda as necessidades especiais pedagógicas no seu colégio sob pena diária de (R$ 200,00). Processo: julgado procedente. Recurso para Reexame, decisão do juiz do TJ: nega-se provimento aos recursos.

(contra escola particular) aplicação de multa pelo Procon Estadual considerou abusivo várias claúsulas do Contrato de Prestação de Serviços aplicando multa R$ 41.526,72 (quarenta e um mil quinhentos e vinte e seis reais e setenta e dois centavos). Decisão do juiz: provimento parcial ao recurso apenas para reformar a decisão na parte que considerou abusivo o parágrafo 2º da cláusula 4ª do contrato.

(contra escola particular) ação por dano moral visando indenização pois a escola não atendeu criança regularmente alfabetizada, apresentando, no primeiro ano do ensino fundamental, sintomas de baixa autoestima, baixo rendimento escolar e falta de vontade de ir à escola. Laudo pericial que atesta ser preservada a inteligência do menor, apesar da dislexia, não havendo, portanto, necessidade de matriculá-lo em escola destinada ao atendimento de crianças com necessidades especiais. Decisão do juiz: é dever das instituições de ensino estimular os seus alunos, de acordo com as necessidades de cada um, para alcançar o seu objetivo-fim, o ensino/aprendizado. Dano moral configurado(…)

Inscrições Abertas.

Esta turma de 2017 inicia em 29/05/2017.

Corra para não perder a vaga.

Tags: , , ,

Comentário



12
out

Presente para os professores

por Sônia R. Aranha às 18:36 em: Formação

presente

O CentrodEstudos oferece descontos em todos os cursos neste mês de Outubro para os professores em exercício das escolas públicas ou privadas.

Valor do curso R$ 79,00, desconto de 68%.

Judicialização das Relações Escolares: como evitar

Direito do Aluno com Deficiência ou Necessidades Especiais

Evitando a violência na Escola:cultivando as virtudes

A escrita e a leitura na perspectiva vygotskyana

Tags: , ,

Comentários (4)



06
out

CentrodEstudos e o EAD

por Sônia R. Aranha às 11:16 em: EAD, Educação, Formação

O Centro de Estudos Prospectivos de Educação e Cultura (aqui) lançou no ano 2.000, de forma pioneira,  plataforma de ensino a distância , cujo objetivo é o de contribuir com a formação continuada de profissionais de diferentes setores da nossa sociedade.

Naquela ocasião a internet engatinhava, o Google era ainda iniciante , o Youtube não existia e o CentrodEstudos (aqui) por intermédio de sua plataforma de EAD própria já oferecia cursos a distância para professores de todo o país.

Durante estes 15 anos o CentrodEstudos (aqui)  certificou inúmeros professores, advogados, arquitetos, engenheiros civis, pedagogos, dentre outros.

logoCentrodEstudos

Para atender com qualidade toda esta gama de profissionais o CentrodEstudos (aqui) desenvolveu uma metodologia de ensino que se apóia em uma visão pluralística e multifacetada do mundo. Como garantia de não se ter uma única verdade, os cursos buscam uma multiplicidade de métodos interpretativos, estilos de expressão, maneiras de pensar, conhecendo a pluralidade das linguagens.

Ao mesmo tempo, leva em consideração o modelo andragógico ao compreender o participante do curso enquanto agente ativo de seu próprio conhecimento construindo significados e definindo o seu próprio sentido e representação da realidade de acordo com suas experiências e vivências em diferentes contextos.

Veja os cursos disponíveis neste momento:

Área de Educação:

Cultivando as Virtudes nos primeiros anos de Escolarização

Judicialização das Relações Escolares: como evitar

A Escrita e a Leitura na Perspectiva Vygotskyana

Área da Construção Civil:

Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

Eficiência Energética em Edificações – Ferramentas de Simulação

Redução do Consumo de Água em Edificações

Muro de Arrimo em Solo Reforçado: noções básicas

Terra Crua : especificações para projetar em painéis e blocos monolíticos

Tags: , , , , ,

Comentários (2)



A judicialização das relações escolares é um fenômeno recente, mas tem crescido dia-a-dia na realidade das escolas, gerando um  aumento de ações judiciais movidas contra as escolas, a saber:  dano moral, conduta discriminatória, documentos expedidos sem validade, recusa de matrícula para criança ou adolescente com necessidades especiais, expulsão de aluno, recusa de promover um planejamento de desenvolvimento individual para o aluno com necessidades especiais, dentre outros.

Não significa que a escola tornou-se mais rigorosa e modificou seus critérios de relação junto a sua comunidade escolar, a mudança reside na conduta dos pais de alunos ou do aluno, quando maior de idade, que diante de uma atitude da escola, considerada arbitrária, buscam na Justiça o meio de fazer valer os seus direitos.

E o motivo pelo qual isso é possível tem a ver com o advento da internet, somado a política de transparência adotada pelo Governo Federal, o que possibilitou a todo e qualquer mortal alcançar, de forma ágil, atos normativos e legislação específica da área da educação. Além disso, nesses últimos anos, com o aumento da renda da população em geral, constituir um advogado ficou mais acessível e a Defensoria Pública também tem estado mais próxima. Tudo isso misturado conflita com uma escola que ainda não compreendeu a sua necessidade de mudança e que é preciso assumir uma postura mais conciliatória e guardiã dos princípios democráticos para que ações judiciais sejam evitadas.

A título de exemplo, seguem abaixo alguns casos :

– (contra escola particular ) mandado de segurança visando tratamento escolar condizente com as suas necessidades especiais, já que a impetrante é portadora de dislexia, disgrafia e discalculia associada ao Transtorno de Déficit de Atenção e Concentração (TDAH). Decisão do Juiz: No caso em apreço, o comportamento da autoridade coatora de negar a impetrante atendimento especial de acordo com as suas necessidades viola a determinação contida na Carta Magna, pois inviabiliza o acesso da adolescente ao ensino especial, contrariando seu direito fundamental a educação. Enfim, em conclusão, o ato da digna diretora destoa das nobres funções por ela exercida, à consideração de que se deve visar na educação o ponto principal para o desenvolvimento nacional. Diante do exposto, objetivando garantir a impetrante seu direito fundamental a educação especial, concedo a segurança reclamada ( …)

(contra escola pública)  ação cominatória de obrigação de fazer para efetivar a matrícula de aluno adolescente, portador de deficiência na instituição de ensino estadual especializada , com fornecimento de transporte escolar especial. Decisão do Juiz: efetivar a matrícula é providência necessária, a fim de se evitar possível piora em seu desenvolvimento psíquico e o agravamento de sua enfermidade, bem como, e principalmente, de se lhe proporcionar uma vida digna, de bem-estar.

(contra a Fazenda Pública do Estado de São Paulo) ação de obrigação de fazer determinando contratação de professor auxiliar que atenda as necessidades especiais pedagógicas no seu colégio sob pena diária de (R$ 200,00). Processo: julgado procedente. Recurso para Reexame, decisão do juiz do TJ: nega-se provimento aos recursos.

(contra escola particular) aplicação de multa pelo Procon Estadual considerou abusivo várias claúsulas do Contrato de Prestação de Serviços aplicando multa R$ 41.526,72 (quarenta e um mil quinhentos e vinte e seis reais e setenta e dois centavos). Decisão do juiz: provimento parcial ao recurso apenas para reformar a decisão na parte que considerou abusivo o parágrafo 2º da cláusula 4ª do contrato.

(contra escola particular) ação por dano moral visando indenização pois a escola não atendeu  criança regularmente  alfabetizada, apresentando, no primeiro ano do ensino  fundamental, sintomas de baixa autoestima, baixo  rendimento escolar e falta de vontade de ir à escola.  Laudo pericial que atesta ser preservada a inteligência do menor, apesar da dislexia, não havendo, portanto,  necessidade de matriculá-lo em escola destinada ao  atendimento de crianças com necessidades especiais. Decisão do juiz: é dever das instituições de ensino estimular os seus  alunos, de acordo com as necessidades de cada um,  para alcançar o seu objetivo-fim, o ensino/aprendizado.  Dano moral configurado(…)

O objetivo deste curso, portanto, é fazer com que os profissionais da área de educação e outros que se interessem pelo tema, saibam lidar com: a responsabilidade civil da escola; o Código de Defesa do Consumidor, quando se trata de escola particular;o Estatuto da Criança e do Adolescente; os inúmeros atos normativos publicados pelo Conselho Nacional de Educação a respeito da política de inclusão,dentre outros.

Inscrições aqui

Tags: , , , ,

Comentário



Caros leitores deste blog,

Faz um ano que  o CentrodEstudos promoveu na capital de São Paulo o II Encontro Paulista sobre Judicialização das Relações Escolares e reunimos mantenedores e diretores de escolas particulares e públicas.

Na ocasião tivemos muita procura de profissionais da área de educação de outros Estados , mas em função da distância não puderam participar, com exceção de uma escola querida de Primavera do Leste de Mato Grosso e da diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Uberaba.

De modo que elaborei um curso a distância online para atender não só os mantenedores e diretores escolares, mas sobretudo, professores e equipe pedagógica em geral.

Objetivo do Curso

O objetivo é evitar que os profissionais da escola sofram ações judiciais que além de ser um desgaste financeiro e emocional é preciso resgatar o protagonismo da educação escolarizada e promover avanços nas relações educativas e cidadãs.

Não é bom para ninguém que a Justiça resolva problemas de relação escolares: os pais e alunos não desejam buscar a Justiça e, tampouco, a escola deseja que isso ocorra.

Encontrar caminho para o diálogo , flexibilizar posicionamentos , promover a conciliação é o objetivo deste curso.

Curso a distância e 100% online

Judicialização das Relações Escolares: como evitar.

Programa do curso

1ª aula – Introdução
2ª aula – O Brasil e o mundo: atualidade
3a aula- O papel da lei
4ª aula – Judicialização das Relações Escolares
5ª aula – Encontro Paulista sobre Judicialização das Relações Escolares: I e II
6ª aula – A Normatização da Sociedade Brasileira
7a aula- Conhecendo e discutindo a Constituição Federal
8ª aula – Conhecendo e discutindo o Estatuto da Criança e do Adolescente
9ª aula- Conhecendo e discutindo o Código de Defesa do Consumidor
10ª aula – Conhecendo e discutindo a Responsabilidade Civil da Escola
11ª aula- Conhecendo e discutindo a Política de Inclusão
12ª aula – Re-significando o Regimento Escolar
13ª aula – Exemplos de Ações Judiciais
14ª aula- Motivações para as Ações Judiciais
15ª aula – Como fugir de Ações Judiciais
16a aula -Projeto Pedagógico de Ação Democrática
17a aula – Bibliografia

São 17 aulas e em cada aula há de 3 a 5 tópicos de estudos . O curso não é denso, mas haverá leituras de textos e de leis , vídeos para serem assistidos e algumas avaliações de múltipla escolha e uma avaliação final , que trata-se da elaboração de um Projeto Pedagógico de Ação Democrática a ser implantado na escola.

Inscrições

As inscrições em 2015 para a Turma 6, estão abertas  e o início dos estudos ocorrerá em 27/04/2015 com término previsto no final de junho. São 9 semanas  com 1 hora de estudos diários, equivalendo a 100 horas.

Onde?

O curso é 100% online e realizado no ambiente virtual de aprendizagem (AVA) do CentrodEstudos - www.centrodestudos.com.br

Será assíncrono, isto é, não haverá um horário fixo para os estudos , cada participante poderá estudar em seu horário e no melhor dia, mas teremos encontros no fórum de debates para trocarmos experiências.

Certificado

Ao término do curso e diante de aprovação o participante receberá um certificado com carga horária de 100h. Muitas prefeituras aceitam o certificado para pontuação. O certificado será encaminhado via e-mail em pdf. Se houver necessidade de ser enviado pelo correio , via Sedex, há uma taxa de envio a ser cobrada.

A quem se destina este curso ?

Professores , equipe técnica pedagógica de escolas públicas e privadas, funcionários de Secretarias de Educação ( tais como: supervisores de ensino, dirigente regionais de ensino, coordenadores), advogados que desejam ampliar seus conhecimentos na área de Direito Educacional, mães e pais que desejam conhecer melhor os seus direitos e o de seus filhos na área da educação e estudantes de Pedagogia , licenciatura e de Direito.

Cada escola poderá formar um grupo de professores e equipe técnica para estudarem juntos na hora da reunião pedagógica, será uma boa maneira de iniciar a prevenção de ações judiciais e de envolverem a escola neste novo mundo.

Quem coordenará o curso?

Profa. Sônia Aranha, coordenará o curso compartilhando  experiências e amizade.  Pedagoga e mestre em Educação, formada pela Unicamp, pioneira em lecionar a distância, desde 2000, portanto, 15 anos na rede em cursos de formação para professores. Além disso, lecionou nos anos iniciais do Ensino Fundamental, foi orientadora educacional e por 8 anos diretora pedagógica. Leciona  também em cursos de pós-graduação latu-senso e em cursos de formação de professores na rede pública do município de Campinas. Completos 27 anos atuando na área da educação e blogueira desde 2010. Para consulta, segue o link do meu currículo na plataforma Lattes http://lattes.cnpq.br/2146942491242468

E quanto custa o curso?

R$ 293,00

Forma de pagamento à vista por boleto bancário ou em cartão de crédito, via Pagseguro. Basta fazer a inscrição no www.centrodestudos.com.br e em sua área de aluno escolher a forma de pagamento: boleto ou cartão de crédito.

Descontos Especiais:

1) Para professores de escola pública (municipal, estadual ou federal) e estudantes (que só estudam) de pedagogia, valor do curso= R$ 94,50 pagamento à vista com depósito em conta corrente. Entre em contato por e-mail para esta opção : centrodestudos@centrodestudos.com.br

2) Para professores de escolas particulares -=R$ 189,00 pagamento à vista com depósito em conta corrente ou com cartão de crédito, via Pagseguro. Entre em contato por e-mail para esta opção: centrodestudos@centrodestudos.com.br

ou

R$ 94,50 em grupos acima de 5 professores pagamento à vista com depósito em conta corrente. Entre em contato por e-mail para esta opção: centrodestudos@centrodestudos.com.br

3) Para gestores escolares da rede pública = R$ R$ 189,00 pagamento à vista com depósito em conta corrente ou com cartão de crédito em 2 parcelas sem acréscimo. Entre em contato por e-mail para esta opção : centrodestudos@centrodestudos.com.br.

Quero fazer a inscrição :-)

Entre em contato por e-mail centrodestudos@centrodestudos.com.br

Tags: , , ,

Comentário (1)



 

Estão abertas as inscrições para a Turma II do curso de formação de professores e equipe técnica pedagógica, como também advogados e outros profissionais interessados no assunto Judicialização das Relações Escolares: como evitar.

Este é o tema mais quente do momento na área educacional.

Foco de duas matérias em Revistas da área da educação:

Revista Gestão Educacional

Revista Educação

A Turma I, mesmo com a Copa e em período de férias já completou o números de vagas disponíveis.

Venha fazer a sua inscrição :-)

O objetivo do curso é evitar que os profissionais da escola sofram ações judiciais que além de ser um desgaste financeiro e emocional é preciso resgatar o protagonismo da educação escolarizada e promover avanços nas relações educativas e cidadãs.

Não é bom para ninguém que a Justiça resolva problemas de relação escolares: os pais e alunos não desejam buscar a Justiça e, tampouco, a escola deseja que isso ocorra.

Encontrar caminho para o diálogo , flexibilizar posicionamentos , promover a conciliação é o objetivo deste curso.

Curso a distância e 100% online

Judicialização das Relações Escolares: como evitar.

Programa do curso

1ª aula – Introdução
2ª aula – O Brasil e o mundo: atualidade
3a aula- O papel da lei
4ª aula – Judicialização das Relações Escolares
5ª aula – Encontro Paulista sobre Judicialização das Relações Escolares: I e II
6ª aula – A Normatização da Sociedade Brasileira
7a aula- Conhecendo e discutindo a Constituição Federal
8ª aula – Conhecendo e discutindo o Estatuto da Criança e do Adolescente
9ª aula- Conhecendo e discutindo o Código de Defesa do Consumidor
10ª aula – Conhecendo e discutindo a Responsabilidade Civil da Escola
11ª aula- Conhecendo e discutindo a Política de Inclusão
12ª aula – Re-significando o Regimento Escolar
13ª aula – Exemplos de Ações Judiciais
14ª aula- Motivações para as Ações Judiciais
15ª aula – Como fugir de Ações Judiciais
16a aula -Projeto Pedagógico de Ação Democrática
17a aula – Bibliografia

São 16 aulas e em cada aula há de 3 a 5 tópicos de estudos . O curso não é denso, mas haverá leituras de textos e de leis , vídeos para serem assistidos e algumas avaliações de múltipla escolha e uma avaliação final , que trata-se da elaboração de um Projeto Pedagógico de Ação Democrática a ser implantado na escola.

Inscrições

Abriremos a inscrição para a Turma II, no dia 14 de julho, pois a Turma I já está com as vagas completas. As inscrições ficarão abertas até o dia 30 de julho e o curso começa no dia 04 de agosto com término previsto para o dia 12 de outubro. São aproximadamente 9 semanas com 2 horas de estudos diários, equivalendo a 100 horas.

Turma I – 2014

Inscrições: 14de junho a 30 de julho
Início e término previstos : 04 de agosto- 12 deoutubro

Carga horária: 100h

Onde?

O curso é 100% online e realizado no ambiente virtual de aprendizagem (AVA) do CentrodEstudos - www.centrodestudos.com.br

Será assíncrono, isto é, não haverá um horário fixo para os estudos , cada participante poderá estudar em seu horário e no melhor dia, mas teremos encontros no fórum de debates para trocarmos experiências.

Certificado

Ao término do curso e diante de aprovação o participante receberá um certificado com carga horária de 60h. Muitas prefeituras aceitam o certificado para pontuação. O certificado será encaminhado via e-mail em pdf. Se houver necessidade de ser enviado pelo correio , via Sedex, há uma taxa de envio a ser cobrada.

A quem se destina este curso ?

Professores , equipe técnica pedagógica de escolas públicas e privadas, funcionários de Secretarias de Educação ( tais como: supervisores de ensino, dirigente regionais de ensino, coordenadores), advogados que desejam ampliar seus conhecimentos na área de Direito Educacional, mães e pais que desejam conhecer melhor os seus direitos e o de seus filhos na área da educação e estudantes de Pedagogia , licenciatura e de Direito.

Cada escola poderá formar um grupo de professores e equipe técnica para estudarem juntos na hora da reunião pedagógica, será uma boa maneira de iniciar a prevenção de ações judiciais e de envolverem a escola neste novo mundo.

Quem coordenará o curso?

Serei eu, Profa. Sônia Aranha, que estarei lecionando a distância e será um prazer compartilhar esse período de estudos, trocar experiências e amizade. Para quem não me conhece , sou pedagoga e mestre em educação formada pela Unicamp e sou pioneira em lecionar a distância, faço isso desde 2000, portanto, 14 anos na rede em cursos de formação para professores. Além disso, lecionei para crianças dos anos iniciais do ensino fundamental, fui orientadora educacional e por 8 anos diretora pedagógica,fora lecionar em cursos de pós-graduação latu-senso e em cursos de formação de professores na rede pública do município de Campinas. Completos 25 anos atuando na área da educação e blogueira desde 2010. Para consulta, segue o link do meu currículo na plataforma Lattes http://lattes.cnpq.br/2146942491242468

E quanto custa o curso?

R$ 276,00

Forma de pagamento à vista com depósito em conta corrente ou em cartão de crédito, via Pagseguro, em 3 parcelas sem acréscimo.

Descontos Especiais:

1) Para professores de escola pública (municipal, estadual ou federal) e estudantes de pedagogia, valor do curso= R$ 89,00 pagamento à vista com depósito em conta corrente. Entre em contato por e-mail para esta opção : centrodestudos@centrodestudos.com.br

2) Para professores de escolas particulares -=R$ 178,00 pagamento à vista com depósito em conta corrente ou com cartão de crédito, via Pagseguro, em 3 parcelas sem acréscimo. Entre em contato por e-mail para esta opção: centrodestudos@centrodestudos.com.br

ou

R$ 89,00 em grupos acima de 5 professores pagamento à vista com depósito em conta corrente. Entre em contato por e-mail para esta opção: centrodestudos@centrodestudos.com.br

3) Para gestores escolares da rede pública = R$ 178,00 pagamento à vista com depósito em conta corrente ou com cartão de crédito em 2 parcelas sem acréscimo. Entre em contato por e-mail para esta opção : centrodestudos@centrodestudos.com.br.

Quero fazer a inscrição :-)

Entre em contato por e-mail centrodestudos@centrodestudos.com.br

Tags: , , ,

Comentário



20
mai

Seca faz modificar hábitos e habitações

por Sônia R. Aranha às 19:37 em: EAD

A seca que atinge , sobretudo , o Estado de São Paulo, nos faz confrontar com   a área das águas e reconhecer a importância de investimentos públicos  a médio e longos prazos para evitar a escassez que estamos a sofrer nesta época do ano. Planejamento deficiente ou inexistente  do Governo do Estado de São Paulo que pecou e muito nesta questão.

seca2

Além disso, o problema da seca faz com que a pauta da ordem do dia seja a mudança de hábito e de habitações porque precisamos conduzir o nosso consumo de forma responsável e  ajuda muito contarmos com uma moradia mais inteligente no que diz respeito a economia do uso da água.

É preciso que nossas casas ou condomínios contem com:

– reservatórios de captação de água de chuva;

-reservatórios de captação de reuso de água;

-equipamentos eficientes: válvulas de descarga, torneiras e chuveiros;

– sistema de medição individualizada;

–  e (por que não?) uso de sanitário seco.

Todos estes tópicos acima mencionados são apresentados no estudo   Redução do Consumo de Água em Edificações. Um curso livre e 100% a distância , cujo conteúdo foi construído por intermédio de pesquisas da Unicamp e IPT.

O curso é destinado aos arquitetos e engenheiros civis , mas nada impede de que uma dona de casa que está para construir ou reformar sua casa se inscreva no curso. Também é bem apropriado para estudantes da área da construção civil.

Um projeto arquitetônico que calcule a redução do consumo de água valorizará a construção, já que no futuro próximo casas e prédios eficientes em água, eletricidade e acessibilidade, terão muito mais valor de mercado.

Faça a sua inscrição aqui

 

Tags: , , , , ,

Comentário



13
mai

Redução do Consumo de Água em Edificações

por Sônia R. Aranha às 4:32 em: EAD

Com a escassez de chuva deste ano no Estado de São Paulo e com os reservatórios secos  promovendo um racionamento no uso da água, nos faz compreender  que temos  otimizar a água em nossas casas , escritórios, condomínios ou comércio, reduzindo o consumo.

águaproibida

Uma boa oportunidade , portanto, para arquitetos e engenheiros civis é projetar edificações visando atender esta necessidade.

O curso livre e a distância Redução do Consumo de Água em Edificações objetiva  apresentar pesquisas recentes que indicam desde sistema de reuso de água e aproveitamento de água de chuva até sanitário seco.

Veja o programa:

  • 1ª aula: Introdução
  • 2ª aula: Disponibilidade e Escassez Hídrica
  • 3ª aula: Consumo de Água na Cidade e nos Edifícios
  • 4ª aula: Uso Sustentável da Água
  • 5ª aula: Programa de Conservação de Água
  • 6ª aula: Sistema de Aproveitamento de Água de Chuva
  • 7ª aula:Estudos de Caso de Aproveitamento de Água de Chuva
  • 8ª aula: Redução do Consumo de Água = reuso
  • 9ª aula: Redução do Consumo de Água = sistema de medição individualizada
  • 10ª aula: Redução do Consumo de Água = dispositivo seletivo de descarga
  • 11ª aula: Sanitário Seco
  • 12ª aula: Bibliografia

Não perca esta oportunidade! Um projeto arquitetônico deve priorizar a redução de consumo de água para ser bem aceito no mercado.

Saiba mais aqui

Tags: , , , , , , ,

Comentário



05
jan

face50

 

O CentrodEstudos, em parceria com o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Arquitetura -IBDA, lançou cursos livres e a distância para estudantes de engenharia e arquitetura e para engenheiros e arquitetos já formados e atuando no mercado da construção civil

Se você ainda não conhece a plataforma de ensino a distância do CentrodEstudos entre no http://www.centrodestudos.com.br

Dentre os cursos que oferecemos temos alguns que são muito importantes,pois dizem respeito a construção sustentável. São eles:

Redução do Consumo de Água em Edificações

Eficiência Energética em Edificações

Terra Crua : especificações para projetar em blocos e painéis monolíticos

Arquitetura Acessível: barreiras arquitetônicas x culturais

São temáticas atuais que todos nós deveríamos saber, mesmo os que não são engenheiros e arquitetos, porque de algum modo, em algum momento de nossas vidas, estaremos envolvidos com a construção de alguma obra que precisa, necessariamente se feita visando atender as exigências da sustentabilidade em prol do meio ambiente.

Os gestores escolares, então, deveriam ficar muito atentos, porque economizariam muito se reduzissem o consumo de água e de eletricidade das escolas , sem falar na obrigatoriedade da acessibilidade em edifícios escolares.

 

Tags: , , , , , , ,

Comentário



O CentrodEstudos em parceria com o IBDA – Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Arquitetura fincou compromisso de contribuir com a área da construção civil e juntos oferecem alguns cursos que já certificaram centenas de engenheiros civis e arquitetos de várias partes do país.

house-of-matches-1380693-m

Os cursos são:

Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

Redução do Consumo de Água em Edificações

Muros de Arrimo em Solos Reforçados – noções básicas

Terra Crua : especificações para projetar com blocos e painéis monolíticos

Eficiência Energética em Edificações -simuladores

Os cursos são livres e 100% a distância. O participante faz o seu próprio ritmo de estudo , mas tem 60 dias para finalizá-lo.

O conteúdo é composto de textos cujas fontes são pesquisas de mestrado, doutorado da Unicamp ,Usp ou IPT ; vídeos e avaliações de múltipla escolha.

Um bom modo de ficar sempre atualizado.

Tags: , , , ,

Comentário



Page 1 of 3123



  • Veja Também


    Meta