A Lei nº 12.796, de 4 de abril de 2013, que altera a LDB n. 9394/96, diz que as crianças com 4 anos devem ser matriculadas na Educação Infantil.

Com isso, a Educação Infantil passa a fazer parte da Educação Básica e, em função disso, terá que se organizar de uma outra forma:

- frequência - não era uma exigência, mas agora é . A criança deverá frequentar 60% do total de horas .

De modo que a escola de Educação Infantil terá que sistematizar o controle de frequência a partir de agora.

calendário escolar – A carga horária mínima de 800 horas e no mínimo 200 dias letivos, como já ocorre no ensino fundamental e médio.

Período – Para turno parcial 4 horas no mínimo e 7 h para período integral.

Aqui cuidado com os arranjos que algumas escolas fazem de pacotes de número menor de horas/dia para crianças a partir de 4 anos.

-Avaliação – A criança será avaliada, mas a recomendação é a da não retenção. As avaliações deverão ocorrer mediante acompanhamento e registro do desenvolvimento das crianças, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao ensino fundamental.

Documentação – a Lei n.12.796/2013 solicita a expedição de documentação que permita atestar os processos de aprendizagem e desenvolvimento da criança.

Portanto, as exigências aumentam para a educação infantil e os prontuários dos alunos deverão ser melhor sistematizados.

Como as escolas de Educação Infantil são supervisionadas pelas Secretarias de Educação dos Municípios, cada secretaria certamente saberá orientar as diretoras pedagógicas e suas secretárias para que atendam estas exigências a contento.

Tags: , , ,

Veja Também:

65 Comentários »

  1. FATIMA RIGON comenta:

    março 17, 2014 @ 15:16

    Não é um comentário, mas sim, uma pergunta: No caso de o aluno de ed. infantil, ficar infrequente, ele permanecerá no mesmo nível. Pré A ou Pré B? Muito obrigada.

  2. Sônia R. Aranha comenta:

    março 17, 2014 @ 15:29

    Olá Fátima, boa pergunta.
    Imagino que sim porque se houver retenção por falta não há como seguir adiante.
    Mas eu não tenho esta informação precisa porque não sei como é que as Secretaria Municipais de Educação irão orientar as escolas Infantis.
    De modo que recomendo que peça orientação a sua Secretaria de Educação ok?
    Abraços

  3. Tallita comenta:

    julho 25, 2014 @ 0:22

    Gostaria de saber se o recreio está contabilizado nas 4 horas distribuídas de acordo com a lei?
    Onde posso me basear?
    Pois entro na escola 1 hr e saio as 5:20
    Esta certo?obrigada

  4. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 28, 2014 @ 1:47

    Tallita,

    Depende , escola pública municipal? escola pública estadual? escola particular? De qual Estado?

    Enfim.. esse regime de trabalho dependerá de variáveis.

    Em geral se for CLT é de 4h30m e o recreio está incluso,sendo 20m de intervalo.

    Mas depende da Convenção Coletiva de Trabalho.

    Recomendo que você busque esta informação no seu Sindicato, ok?

    Abraços

  5. Monica Alves comenta:

    agosto 22, 2014 @ 18:09

    Bom dia Sonia,

    Gostaria de tirar uma duvida…entendo q temos que seguir a lei mas e qd o município não da condições para isto. Meu filho (04 anos) fica em uma creche período integral, mas no ano (2015) que vem tera q ficar somente meio período. mas o local de estudo é na creche msm, neste mesmo município terá creches que não ira mudar ira continuar atendendo normalmente integral..aonde a lei me beneficia? Pq o municipio nao teria que atender creche escola?

  6. Sônia R. Aranha comenta:

    agosto 22, 2014 @ 20:08

    Monica, o município terá que se adaptar a lei até 2016.

    Se o município não cumprir a lei o Ministério Público entra e aciona gerando multa diária caso ele não atender as exigências legais.

    O município terá que ter a creche de 0 a 3 anos e pré-escola de alunos de 4 e 5 anos obrigatoriamente.

    Se o município não fizer isso até 2016 ele terá que enfrentar a Justiça.

    Abraços

  7. RONI MARCELO comenta:

    agosto 29, 2014 @ 15:03

    Ola! E possivel um pai avanca o filho para o primeiro ano. Com idade de cinco anos? Embasado em q lei?

  8. Sônia R. Aranha comenta:

    setembro 4, 2014 @ 2:45

    Olá Roni, sim dependerá se faz 6 anos no ano, da data-corte de seu Estado e município e só impetrando mandado de segurança na Justiça.

    Leia a respeito:http://blog.centrodestudos.com.br/data-corte-em-todo-brasil/

    Abraços

  9. Giulena comenta:

    setembro 9, 2014 @ 12:08

    Olá! Gostaria de saber quais os conteúdos de Língua Portuguesa e Matemática a serem trabalhados nas turmas de 04 e 05 anos. Posso trabalhar conteúdos como: as famílias de forma lúdica e com atividades escrita, sem cobrança, apenas para memorização? Pois as crianças estão querendo mais. Obrigada!

  10. Sônia R. Aranha comenta:

    setembro 15, 2014 @ 18:37

    Giulena,

    Veja bem ,

    Há uma série de atividades na Ed.Infantil lúdicas que são introdutórias a escrita.
    O desenho é um deles, porque letras, sílabas, palavras e frases são desenhos com significados.

    Você pode discutir desenhos com significados até chegar nas letras . Usar o computador com teclado para que eles brinquem de escrever na tela do computador.

    Pode fazer letras e sílabas simples … tipo…

    pato – rato – gato – bola – sapo – tatu

    Ler com eles a coleção Rato e Gato Mary e Eliardo França que tem a história O rabo do gato , que é ótima!

    Sempre contextualize com histórias… lei muito para eles …

    Recomendo ainda leitura disponível no MEC sobre a Ed.Infantil ok?

    Segue os links abaixo:http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12579%3Aeducacao-infantil&Itemid=1152

    Abraços

  11. Maria comenta:

    setembro 17, 2014 @ 14:57

    A frequência minima é de 60%, mas se aluno tiver menos qual é a medida que deve ser tomada. Ele pode reprovar na educação infantil?
    Outra dúvida… os alunos da educação infantil podem ser matriculados em qualquer época do ano, sem ter estudado antes ou apenas com transferência de outra escola?
    Obrigada!

  12. Sônia R. Aranha comenta:

    setembro 19, 2014 @ 21:27

    Olá Maria, a criança não pode ser reprovada na Ed. Infantil.

    O detalhamento da lei deve ser feito pelo CEE ou pelo CME.

    os alunos da educação infantil podem ser matriculados em qualquer época do ano, sem ter estudado antes ou apenas com transferência de outra escola? Boa pergunta… não sei lhe responder… os Conselhos ainda não se pronunciaram (estão atrasados porque há o período de adaptação até 2016!) a este respeito e não sei como irão se posicionar.

    Abraços

  13. Elisandra comenta:

    setembro 30, 2014 @ 14:22

    Olá !
    Gostaria de saber se uma criança pode ser reprovada ou retida na educação infantil por não acompanhar o ritmo da turma ou por não ter o desenvolvimento esperado ?
    Existe algum artigo na LDB ou outro artigo de lei que esclareça isso ?
    Grata desde já !

  14. Sônia R. Aranha comenta:

    outubro 8, 2014 @ 0:00

    Olá Elisandra,

    Não, não pode ficar retida na Ed.Infantil.

    Não existe reprovação na Ed.Infantil.

    Não existe “não ter desenvolvimento esperado”. Toda criança tem desenvolvimento aa Ed.Infantil e a avaliação ocorre da criança para si própria.

    Abraços

  15. Adriana comenta:

    outubro 9, 2014 @ 10:33

    Bom dia!
    A obrigatoriedade dos 200 dias letivos se estende para crianças de maternal (3/4 anos)? Há minimo de dias letuvis para esta idade?
    Obrigada.

  16. Sônia R. Aranha comenta:

    outubro 14, 2014 @ 18:44

    Olá Adriana,

    Não. Os 200 dias letivos e tudo o mais é para crianças de 4 e 5 anos.

    0 a 3 anos – creche
    4 a 5 anos – pré – é nesta idade que a lei federal n.12.796/2013 legisla ok?

    Abraços

  17. marilei comenta:

    novembro 7, 2014 @ 13:25

    bom dia Sonia, o meu filho completa 4 anos dia 29/12/2014, no entanto completa 5 anos só no final de 2015. Ele também terá que ser matriculado em período parcial?

  18. Sônia R. Aranha comenta:

    novembro 10, 2014 @ 1:59

    Marilei,

    A lei federal n.12.796/2013 entra a vigorar apenas em 2016, porque deram um prazo para que as redes de ensino se adaptassem.

    Até lá continua como está ,ok?

    As matrículas do final de 2015 com vistas a 2016 aí sim seguirão a nova lei.

    Abraços

  19. Silvia Helena C. Dias comenta:

    novembro 20, 2014 @ 23:09

    Olá, gostaria de saber se a educação infantil em período integral é somente para mães que trabalham ou pode ser incluída toda criança em período integral?
    Em minha cidade vão tirar os professores de sala de aula e colocar monitores para assistir as crianças em período integral, está correto essa ação?
    Abraços.

  20. Sônia R. Aranha comenta:

    novembro 21, 2014 @ 15:37

    Olá Silvia, LEI Nº 12.796, DE 4 DE ABRIL DE 2013. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12796.htm

    “Art. 62. A formação de docentes para atuar na educação básica far-se-á em nível superior, em curso de licenciatura, de graduação plena, em universidades e institutos superiores de educação, admitida, como formação mínima para o exercício do magistério na educação infantil e nos 5 (cinco) primeiros anos do ensino fundamental, a oferecida em nível médio na modalidade normal.

    “Art. 62-A. A formação dos profissionais a que se refere o inciso III do art. 61 far-se-á por meio de cursos de conteúdo técnico-pedagógico, em nível médio ou superior, incluindo habilitações tecnológicas.

    Parágrafo único. Garantir-se-á formação continuada para os profissionais a que se refere o caput, no local de trabalho ou em instituições de educação básica e superior, incluindo cursos de educação profissional, cursos superiores de graduação plena ou tecnológicos e de pós-graduação.”

    Abraços

  21. Vanessa Santos comenta:

    dezembro 13, 2014 @ 3:00

    Uma escola de Educação Infantil pode ter algumas classes de atendimento Integral e outras de atendimento parcial , no mesmo prédio?
    Obrigada!

  22. Sônia R. Aranha comenta:

    dezembro 13, 2014 @ 11:40

    Olá Vanessa não há nenhuma ilegalidade nisso, pode sim. abraços

  23. Vanessa Santos comenta:

    dezembro 14, 2014 @ 1:33

    Boa noite!
    Obrigada pelo retorno!
    Aproveitando …caso haja uma classe com 25 alunos de um mesmo nível/série (JARDIM) , mas só 23 ficam em período integral , e não havendo outra escola para dar atendimento , para este aluno, esta classe, não poderia ser mais cadastrada como integral ? Mesmo com 98% da turma frequentando o período integral.

    Obrigada!!

  24. Sônia R. Aranha comenta:

    dezembro 14, 2014 @ 3:31

    Vanessa não sei lhe responder a isso… porque é muito específico e deve ter uma regra na rede que pertence a escola
    Desculpa mas vou ficar lhe devendo esta ok?

  25. juliana comenta:

    fevereiro 7, 2015 @ 0:44

    boa noite!
    meu filho esta em uma creche cujo seu horário é integral com jornada das 7h30 as 17h30 ou seja ele fica 10 horas na creche gostaria de saber caso eu queira solicitar junto a direção escolar a redução desta carga horaria para 7 horas, que ele possa fazer um horário diferenciado a lei 12.796/2013 me ampara para tal situação?

  26. Sônia R. Aranha comenta:

    fevereiro 12, 2015 @ 4:05

    Juliana, penso que esta questão de horário é com a escola mesmo não teria motivo para ela não flexibilizar o horário no caso de creche. Não será possível flexibilizar se for a partir dos 4 anos no pré.. mas creche depende da boa vontade da direção da escola.
    abraços

  27. MAGNO JAIME RAPOSO comenta:

    março 6, 2015 @ 16:12

    Boa-tarde

    Meu filho tem 4 anos,fará 5 anos no dia 8 de abril, aonde posso matriculá-lo

    , no primeiro período ou no segundo período?

    abraços.

  28. Sônia R. Aranha comenta:

    março 10, 2015 @ 19:40

    Magno, qual Estado? Minas Gerais? Rede pública? Rede Particular? Escola só de Educação Infantil ou tem ensino médio? Veja que há muitas variáveis e a resposta não é simples.

    Mas a meu ver no 2o período …

    abraços

  29. Djane Alves de oliveira comenta:

    junho 17, 2015 @ 14:03

    Gostaria de saber o que ensinar p crianças de dois e três anos na creche? Que tipo de história?

  30. Sônia R. Aranha comenta:

    junho 18, 2015 @ 2:38

    Djane

    https://www.youtube.com/watch?v=um1QtUn9NiU

    https://www.youtube.com/watch?v=D368BPqCpLk

    https://www.youtube.com/watch?v=l0l8l8UXVyk

    https://www.youtube.com/watch?v=1i7p0vTGcBk

    abraços

  31. SUZANA DARELA SOUZA comenta:

    setembro 11, 2015 @ 17:15

    Na realidade tenho a seguinte dúvida: para a criança são 800 horas distribuídas em no mínimo 200 dias e para professor existe alguma determinação em termos de dias?? as atividades de planejamento, avaliações etc são realizadas nas horas atividades?? até que ponto o profissional do magistério tem que realizar atividades fora do seu horário de trabalho??

  32. Sônia R. Aranha comenta:

    setembro 11, 2015 @ 18:28

    Suzana, isso depende se escola particular, qual município e Estado, se é escola pública qual município e Estado..

    Cada sindicato negociou de forma diferente… de modo que quem poderá lhe responder é o sindicato de sua categoria se escola particular e se for escola pública o Estatuto do Magistério do Estado ou do município.

    Em geral há um pagamento de hora atividade que corresponde ao trabalho realizado em casa , por exemplo.. mas dependerá das negociações que foram feitas,ok?

    abraços

  33. Deise comenta:

    outubro 2, 2015 @ 2:50

    Gostaria de saber se há um número mínimo estabelecido pelo MEC, a respeito de quantidade de aluno por metro quadrado, refiro me sobre a educação infantil? E se tem onde vejo, qual artigo da LDB? Isso quem estabelece e o município,?Nao tem uma instância maior onde os estados e municípios deveriam seguir?

  34. Sônia R. Aranha comenta:

    outubro 2, 2015 @ 15:47

    Deise, não , não tem.

    O Estado de São Paulo tem uma norma de 1 metro quadrado por aluno.

    Entendendo.. oficialmente somos uma República Federativa do Brasil. Isso significa que o país é formado por 26 Estados federados e 5.570 municípios.

    Cada Estado e municípios possuen as suas próprias leis e atos normativos que regem seus sistemas de ensino que são autônomos entre si.

    Algumas leis são nacionais , mas os detalhes e regulamentações dizem respeito aos Estados e aos Municípios.

    Está tramitando projetos de leis a respeito de limitação de número de alunos mas ainda não foram aprovados no Senado e tampouco na Câmara de Deputados.

    Verifique no seu Estado ou no seu município (se a escola for municipal) se há algum ato normativo.

    Não havendo , faça denúncia junto ao Ministério Público do seu Estado para que ele faça uma intervenção junto a Secretaria de Educação.

    As crianças precisam ser bem assistidas e se as sala estiver super lotada com apenas uma professora configura negligência e o MP poderá intervir, ok?

    abraços


    AJUDE A MANTER ESTE BLOG – faça uma doação, clique no botão abaixo. Saiba mais sobre as motivações aqui

    depósito no Banco Itaú – 341-ag.0546- c/c 69960-4-Centro de Estudos Prospectivos de Educação e Cultura-CNPJ 03.579.977/0001-01


  35. Crianças de 4 anos deve ser matrículada na Educação Infantil comenta:

    outubro 17, 2015 @ 18:23

    […] Deverão reorganizar a secretaria da escola, porque a partir de agora o rigor com a documentação será mais severa. Leia aqui a respeito aqui […]

  36. Criança de 4 anos deve ser matrículada na Educação Infantil comenta:

    outubro 17, 2015 @ 18:29

    […] Deverão reorganizar a secretaria da escola, porque a partir de agora o rigor com a documentação será mais severa. Leia aqui a respeito aqui […]

  37. Susiane comenta:

    novembro 4, 2015 @ 16:04

    Na lei diz que a criança pode ficar até no mínimo 7 horas, então pode continuar na Escola Infantil e não ir obrigatoriamente para uma escola regular? Na escola da minha filha não nos dão a oportunidade de deixá-la integral, ou fica um turno como pré ou sai da escola infantil. Mas na cidade não há outra possibilidade para o turno oposto. Até que ponto a Lei me ampara?

  38. Sônia R. Aranha comenta:

    novembro 4, 2015 @ 17:06

    Susiane,

    A lei federal n.9493/95 diz que a escola é autônoma para optar por sua organização.

    Então, se a rede de ensino municipal da sua cidade optou por meio período tudo certo.

    O que a lei federal n.12.796/13 diz é que se pode organizar a escola em período integral com mínimo de 7 horas ou meio período com mínimo de 4h30m.

    Não diz que é obrigatório.

    Então a lei não ampara você porque a rede de ensino municipal em sua cidade resolveu ter apenas meio período. Ela não é obrigada a oferecer período integral, ok?

    Entendeu? Abraços


    AJUDE A MANTER ESTE BLOG PARA QUE ELE POSSA AJUDAR VOCÊ – faça uma doação, clique no botão abaixo. Saiba mais sobre as motivações aqui

    depósito no Banco Itaú – 341-ag.0546- c/c 69960-4-Centro de Estudos Prospectivos de Educação e Cultura-CNPJ 03.579.977/0001-01


  39. Miriam Taufenbach comenta:

    novembro 6, 2015 @ 13:51

    Bom dia!

    Qual a lei que fala sobre o número de alunos por metro quadrado na educação infantil?

    Obrigada

  40. Sônia R. Aranha comenta:

    novembro 7, 2015 @ 1:21

    Miriam , não há lei nesse sentido.. o que há são projetos de lei tramito no Congresso mas sem ainda uma votação.

    Verifique junto a Secretaria de Educação do seu Município para saber se há orientação neste sentido já que a responsabilidade de supervisionar a Ed.Infantil é do Município ok?

    Um consenso é 1 metro quadrado por aluno pelo menos e mais área de circulação isso para o Ensino Fundamental de escolas do Estado de São Paulo.

    abraços

  41. Rosilda Correa De Almeida comenta:

    novembro 9, 2015 @ 10:45

    Bom dia!!
    A lei diz que a criança não pode ser reprovada na educação infantil, no entanto, essa mesma lei diz que a frequência mínima obrigatória é de 60% do total de horas.Se essa frequência não for atingida,como fica ???

  42. Sônia R. Aranha comenta:

    novembro 10, 2015 @ 20:44

    Rosilda, não sei lhe responder. Fiquei aguardando as Secretarias Municipais se pronunciarem a respeito e até o momento não encontrei nada.

    Eu acho que o que prevalece é a aprovação porque a escola deve não permitir chegar aos 60% porque terá atestados que justifiquem a falta ou encaminhará o caso para o Conselho Tutelar,…

    é isso.. abraços

  43. Tailise comenta:

    novembro 18, 2015 @ 1:54

    Oi, meu filho tem 4 anos (DN: 01/08/11), devo matriculá-lo no pré I ou II? Fui conversar com a secretária escolar e me informou que se ele completasse 5 anos ate 31 de março de 2016 entraria no pré II, mas como ele é de agosto focará no pré I. Isso procede????

  44. Sônia R. Aranha comenta:

    novembro 18, 2015 @ 11:39

    Tailise,

    Procede. Mas qual é o seu Estado e cidade? Escola pública ou particular?
    Aguardo

  45. Leonardo G S Barreto comenta:

    novembro 30, 2015 @ 23:48

    Tenho 2 filhas uma tem 4 anos e 2meses e a outra 2 anos e 8meses so que na emei delas vai ter aulas das 8 horas as 17 horas so que eu moro com elas somos nos 3 nao sei como vou trabalhar nenhuma empresa trabalha com um horário assim onde fico o direito meu de trabalhar e sustentar minhas filhas com um horário assim

  46. Sônia R. Aranha comenta:

    dezembro 1, 2015 @ 2:26

    Leonardo esse é um problemão. A creche não é feita para os pais e sim para os funcionários!!
    Escrevi isso a respeito um tempo atrás.
    Não sei como resolver isso …
    Acho que você deve buscar auxílio junto ao Conselho Tutelar ou ao Serviço Social para encontrar um alternativa.
    Há redes de ensino público municipal que está modificando esta realidade. Talvez o Conselho Tutelar de seu município saiba informar se há alguma escola que possa atender as suas filhinhas.

    ok? abraços

    Leia as reportagem com o mesmo problema que o seu:
    http://noticias.r7.com/educacao/noticias/itapevi-abre-creches-noturnas-para-atender-a-necessidade-dos-pais-20130605.html


    http://gcn.net.br/noticia/200521/franca/2013/02/H0RARI0-AMPLIAD0-DE-CRECHE-VIRA-P0LEMICA-ENTRE-INSTITUICOES-200521

    http://www.valinhos.sp.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=2157:creches-municipais-de-valinhos-passam-a-funcionar-por-12-horas&catid=34:noticias&Itemid=93

  47. Valeria comenta:

    fevereiro 5, 2016 @ 11:32

    Gostaria de uma orientação:Recebi neste ano de 2016 um aluno com necessidades especiais,e das 4 salas que têm na escola com a mesma série (2º Período) a minha sala é a que tem o número maior de alunos.Pode isso ??? Qual é a lei que diz que deve-se ter um número reduzido a cada inclusão 2 alunos a menos na sala.
    Me oriente por favor .

  48. socorro Almeida comenta:

    fevereiro 5, 2016 @ 23:56

    Muito bom!! Gostei bastante das respostas dadas,são todas muito esclarecedoras.

  49. caláudia comenta:

    fevereiro 13, 2016 @ 13:25

    Oi!
    Gostaria de saber se tem uma lei a respeito de quantidade de crianças por professores ou auxiliares.
    Trabalho centro municipal educação infantil(creche)Sou auxiliar de educação,trabalho no berçário com crianças todas com menos de um ano ,no momento tem 10 bebês matriculados,e ainda tenho que dar banho em mais de 10 crianças do berçário ll( com mais de um ano)trocar sempre que precisam.
    Preciso saber se sendo centro educacional precisa ter uma professora junto comigo.Esse número de criança ta me maltratando demais,e não posso dar atenção a qual elas precisam.
    O que posso fazer,onde devo buscar ajuda,Já que a coordenadora não faz nada e não me ouve.

    Obrigada.
    Cláudia.

  50. ernesto tavares comenta:

    fevereiro 23, 2016 @ 18:53

    MINHA ESPOSA FEZ CONCURSO PUBLICO NA PREFEITURA.PEDIRAO MAGISTERIO NORMAL. MAS O DIPLOMA DELA É CURSO NORMAL NIVEL MÉDIO,MODALIDADE PROFESSOR EDUCAÇÃO INFANTIL.NAO TOMOU POSSE DO CARGO PELO MOTIVO DE NAO ENQUADRAR NO MAGISTERIO NORMAL.MAS, PELA LEI FEDERAL DE 04 DE ABRIL DE 2013, OS ADVOGADOS DIZERAM QUE ELA PODE ENTRAR NA JUSTIÇA QUE GANHA A POSSE. MANDATO DE SEGURANÇA.O QUE VC ACHA! POR FAVOR ME RESPONDA URGENTE.

  51. Sônia R. Aranha comenta:

    fevereiro 27, 2016 @ 3:51

    Ernesto Tavares, desculpa, mas não consigo responder todos com urgência.

    Tudo depende do edital.
    Parece que sim, não haveria problemas já que ela tem Normal nível Médio
    É tentar com os advogados..
    Para ter certeza é preciso verificar o edital e o diploma dela e comparar com o que diz a legislação.
    Mas se os advogados já fizeram isso e disseram que há uma possibilidade é arriscar.

    abraços


    AJUDE A MANTER ESTE BLOG PARA QUE ELE POSSA AJUDAR VOCÊ – faça uma doação, clique no botão abaixo. Saiba mais sobre as motivações aqui

    depósito no Banco Itaú – 341-ag.0546- c/c 69960-4-Centro de Estudos Prospectivos de Educação e Cultura-CNPJ 03.579.977/0001-01


  52. LEILA AGUIAR comenta:

    março 13, 2016 @ 23:54

    ola sou prof. de Educação inf municipal no RS, gostaria de saber qual é a lei atual e se ja foi regulamentado a orientação do número de alunos na sala de aula por professor. OBRIGADA…BELO TRABALHO SEU…..ABRAÇO LEILA

  53. Ednei comenta:

    abril 4, 2016 @ 1:52

    Olá Sonia, gosto muito do tema educação infantil, porém não consigo entender alguns artigos da lei, como por exemplo: a carga horaria para as crianças de 4 a 5 anos periodo integral, segundo alei é de 7 h ( entrada 8h saida a partir de 16;30h as 18:00 h) outra duvida é quanto ao espaço fisico metro quadrado por criança.
    abraços.

  54. Sônia R. Aranha comenta:

    abril 5, 2016 @ 19:10

    Valeria, não há lei que limite o número de alunos com necessidades especiais ou deficientes por sala.

    Há uma lei estadual de São Paulo que diz que de acordo com o número de alunos com necessidades especiais na sala o número total de alunos da classe deve ser menor , mas não limita o número de alunos deficientes..

    Isso não existe. Você pode sim solicitar um cuidador ou auxiliar de classe ou um outro profissional para ajudar na condução dos trabalhos pedagógicos isso sim pode ser feito ok?

    abraços

  55. Sônia R. Aranha comenta:

    abril 5, 2016 @ 19:31

    Claudia, não há até o momento lei que limite número de alunos por atendimento em creche. Há projetos de lei em tramitação.

    Mas se você considera que o número de alunos é inadequado para o bom atendimento , faça denuncia junto ao Ministério Público, ok?

    abraços

  56. Sônia R. Aranha comenta:

    abril 7, 2016 @ 16:50

    Ednei, não..

    A lei é flexível.. a escola escolhe.. ela poderá em período integral ter no mínimo 7 horas.
    Então a escola escolhe o horário que quiser.. ela pode abrir 9h e fechar as 16h.. ocorre que há a demanda.. os pais trabalham e o horário comercial em geral começa as 8h então os pais precisam deixar a criança às 7h na escola.

    A escola poderá abrir às 7 h e fechar 14 horas, mas como os pais estão trabalhando nesse horário, a escola não poderá fazer isso por conta da necessidade do seu público .. então, qual seria o melhor horário.. 7h e fechar 19h. Quantas horas deu? 12 horas. Pode? Pode, porque a lei diz carga horária mínima de 7 horas para configurar o período integral.

    Metro quadrado por criança é de 1,5 m quadrado.

    Mas há boas especificações de escola http://catalogotecnico.fde.sp.gov.br/meu_site/ambientes.html

    http://www.fnde.gov.br/programas/proinfancia/proinfancia-apresentacao

    abraços


    AJUDE A MANTER ESTE BLOG – faça uma doação. Saiba mais sobre as motivações aqui

    depósito no Banco Itaú – 341-ag.0546- c/c 69960-4-Centro de Estudos Prospectivos de Educação e Cultura-CNPJ 03.579.977/0001-01


  57. Sônia R. Aranha comenta:

    abril 12, 2016 @ 2:08

    Leila Aguiar, não .. ainda não temos uma lei que discipline o número de alunos por sala de aula.
    Há recomendações, mas lei não. Há também projetos de lei mas ainda em tramitação.

    “As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica, levando em consideração as características
    do espaço físico e das crianças, orientam no sentido de, no caso de agrupamentos com criança de mesma faixa de idade, recomendar a proporção de 6 a 8 crianças por professor(no caso de crianças de zero e um ano), 15 crianças por professor (no caso de criança de dois e três anos) e 20 crianças por professor (nos agrupamentos de crianças de quatro e cinco anos);no caso de agrupamentos com criança de mesma faixa de idade, recomendar a proporção de 6 a 8 crianças por professor (no caso de crianças de zero e um ano), 15 crianças por professor (no caso de criança de dois e três anos) e 20 crianças por professor (nos agrupamentos de crianças de quatro e cinco anos);”

    Essa foi a recomendação do MPF de Santa Catarina para a rede de ensino municipal do Município de Gaivota/SC

    Se esse é o seu caso, faça uma denúncia para o MPF do RS , área de educação que eles acionam a Secretaria de Educação.

    Leia na íntegra
    http://mpeduc.mp.br/admin/projetos/balneario_gaivota_sc_2014/documentos/REC-10-2015-alunos-por-sala-item-15.pdf/view

    abraços


    AJUDE A MANTER ESTE BLOG – faça uma doação. Saiba mais sobre as motivações aqui

    depósito no Banco Itaú – 341-ag.0546- c/c 69960-4-Centro de Estudos Prospectivos de Educação e Cultura-CNPJ 03.579.977/0001-01


  58. Mari Braga comenta:

    julho 5, 2016 @ 23:14

    Minha dúvida: o desenvolvimento de atividades escolares em dois turnos diferentes, num mesmo dia, pode contar como dois dias letivos?

  59. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 6, 2016 @ 0:54

    Mari Braga, olá

    Eu acho que não.. porque é um dia letivo com duas atividades escolares distintas, mas o dia é um só. Então, no meu ponto de vista configura-se um dia letivo e apenas isso, ok?

    abraços

  60. Adriana Fátima Bonelli de Freitas Roa comenta:

    julho 18, 2016 @ 0:12

    Olá Sonia Boa Noite!
    Sou professora da Rede Municipal de Educação Infantil do Município de Itapira-SP, C.E.I (Creche)e estamos realizando um estudo para reivindicar o recesso escolar no mês de julho uma vez que a Creche pára somente com férias coletivas no mês de janeiro.
    Gostaria que você me esclarecesse se os professores e os alunos da creche tem esse direito? Nosso calendário escolar é pautado em 5.400 minutos equivalentes a 1090 horas que equivalem a 218 dias letivos numa jornada de 5 horas. Nossa reivindicação na verdade é pela unificação do calendário escolar para a Educação Infantil uma vez que algumas Creches e EMEIS já estão atendendo os alunos no mesmo prédio. Caso possa nos ajudar seremos eternamente gratas.

  61. Adriana Fátima Bonelli de Freitas Roa comenta:

    julho 18, 2016 @ 0:21

    Olá Sonia me desculpe, digitei errado os minutos trabalhados Só para retificar nosso calendário é pautado em 65.400 minutos equivalentes a 1090 horas que equivalem a 218 dia letivos numa jornada de 5 horas diárias. com HTPC de 3 horas semanais. Estamos lutando pela unificação do calendário escolar para a Educação Infantil, será que temos alguma chance de viabilizar essa conquista?

  62. Adriana Fátima Bonelli de Freitas Rosa comenta:

    julho 18, 2016 @ 17:19

    Sonia Boa tarde! Gostaria de saber se existe alguma hipótese legal para nós professores das creches lutarmos para que o calendário escolar seja unificado pelo mesmo número de dias letivos da EMEI?
    Com isso ao seu ver teríamos chances de ter o recesso do mês de julho garantido?

  63. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 23, 2016 @ 20:49

    Adriana Fátima, esta é uma questão de Secretaria de Educação Municipal.
    A creche está vinculada a Secretaria de Educação ou a Secretaria de Assistência Social.
    Se estiver a Secretaria de Educação já é um bom caminho.

    Com relação ao recesso escolar.

    Aqui está a sua defesa: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=12144-pceb023-12-pdf&Itemid=30192

    Abraços!!

  64. Daiana comenta:

    agosto 23, 2016 @ 16:18

    Ai que me pergunto sera que esta lei foi bem estudada,pois pense uma criança com apenas 4 anos vai meio turno pra pré escola certo e o outro turno?fica em casa e as mãe que trabalha o dia todo como fica tem que paga uma creche o outro turno eu fico triste com esta lei nova pois eles são muitos pequenos para tanta mudança vai pra uma escola demanha e detarde para outra com 4 anos olha que absurdo isso vão vendo eles tem o soninho da tarde ainda vai fica muito cansativos para eles mas infelismente este pais de merda que vivemos não resolve nada só nos da desgosto mas lei nova pra aumenta salario este sai….

  65. Sônia R. Aranha comenta:

    agosto 25, 2016 @ 0:12

    Daiana, concordo.. antes a criança ficava na creche.. agora não mais porque o número de escolas integrais é pequena…

Por favor, Deixe um comentário aqui !




  • Veja Também


    Meta