As novas diretrizes curriculares para o ensino fundamental de nove anos foram publicadas nesta quarta-feira, 15, no Diário Oficial da União. Elaboradas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) e homologadas pelo Ministério da Educação, as diretrizes reúnem princípios, fundamentos e procedimentos para orientar as políticas públicas educacionais nacionais, estaduais e municipais para esta etapa da educação básica.

Um dos objetivos das novas instruções é atualizar as normas de acordo com as legislações que surgiram após 1998, ano em que as antigas diretrizes foram elaboradas. Portanto, as recomendações do CNE incorporam mudanças como a ampliação para nove anos de estudo, o ensino da cultura afro-brasileira e indígena, e a obrigatoriedade do ensino da música – que constitui conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, das aulas de arte.

Na resolução, o CNE recomenda uma nova organização das áreas de conhecimento obrigatórias no currículo da etapa. Essas áreas foram divididas em cinco componentes: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino religioso (facultativo para o aluno). A área de linguagens é composta pelo ensino de língua portuguesa, língua materna para populações indígenas, língua estrangeira moderna, arte e educação física. As ciências humanas incluem as disciplinas de geografia e história.

De acordo com a resolução do conselho, o currículo deve ser entendido como as experiências escolares que se desdobram em torno do conhecimento, permeadas pelas relações sociais. Ainda de acordo com o documento, o currículo deve buscar articular vivências e saberes dos alunos com os conhecimentos historicamente acumulados, contribuindo para construir as identidades dos estudantes.

Fonte: Assessoria de imprensa da SEB

Tags: , , , , ,

Veja Também:

7 Comentários »

  1. ANGELITA CASSEMIRO DOS SANTOS comenta:

    maio 14, 2011 @ 2:55

    obrigado pelo artigo, estou cursando o 6º de pedagogia e estou para paresentar um trabalho. nessa area.

  2. norman comenta:

    junho 4, 2011 @ 22:54

    Gostei das informações, vou indicar este site ao Secretário de Educação de minha cidade para que fique ” bem ” informado, considerando que os nossos gestores, pouco ou nada sabem sobre legislação educacional e política públicas. As nossas escolas não recebem esses informativos, não recebiam!! Agora sim, irei multiplicar essas e outras informações durante o encontro presencial do Programa de Capacitaçao de Gestores (PORGESTÃO) em meu município! (Antonio Gonçalves – Ba)
    Obrigado.

  3. Profa. Sônia Aranha comenta:

    junho 5, 2011 @ 4:20

    Olá Norman, agradecemos a sua visita e nos colocamos a disposição ! Abraços

  4. Uanderson Alves dos Reis comenta:

    setembro 20, 2011 @ 16:59

    Gostaria de saber se ao final do primeiro bloco ou seja no 3º ano o aluno poderá ficar retido se ele não conseguir o nível de aprendizagem que ele deve atingir ou a progressão será como do 1º e do 2º ano deste bloco. Obrigado.

  5. Profa. Sônia Aranha comenta:

    setembro 20, 2011 @ 17:45

    Olá Uanderson, dependerá da escola. Se a escola prever um ciclo de 3 anos (1o, 2o e 3o anos) e outro ciclo de 3 anos (4o, 5o e 6o anos) e outro ainda de 3 anos (7o, 8o e 9o anos) em cada final de ciclo poderá haver uma avaliação classificatório, isto é, o aluno que não atingir os objetivos do ciclo poderá ficar retido.

    Mas , como disse, tudo dependerá do Regimento Escolar e Projeto Político/Pedagógico de cada escola, ok? Abraços

  6. Liliana Lopes comenta:

    dezembro 28, 2011 @ 20:12

    Meu filho estuda no 2.ano médio de uma renomada escola particular de São Paulo Capital, ficou de exame final de inglês, gostaria de saber se existe a possibilidade dele ser reprovado caso não alcance a nota necessária.
    Aguardo resposta,
    obrigada,
    Liliana

  7. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 29, 2011 @ 1:18

    Olá Liliana , sim há possibilidade dele ser reprovado caso a escola não tenha o bom senso de aprová-lo em Conselho de Classe, isso se ele ficar retido apenas no componente curricular inglês.

    Para você saber com certeza deve ler o Regimento Escolar da escola (obrigatoriamente disponível aos pais) no capítulo que fala sobre promoção/retenção. Lá deve constar como é o sistema de avaliação da escola. O Regimento Escolar é a “lei” da escola , digamos assim , de modo que se no Regimento constar que o aluno fica retido em apenas um componente curricular, ele ficará.

    Porém , não é mais recomendável reter o aluno em um único componente curricular, de modo que se ele ficar retido ,mesmo passando pelo Conselho de Classe , você deve entrar com pedido de reconsideração .

    O procedimento para protocolar o pedido de reconsideração eu escrevi no post O que posso fazer: meu filho repetiu?
    Abraços

Por favor, Deixe um comentário aqui !




  • Veja Também


    Meta