O Dr. Carlos Alberto Pinto de Carvalho , da Carvalho, Testa & Antoniazi (aqui) esclareceu-me que os juízes paulistas, quase que em unanimidade, estão concedendo o mandado de segurança para matrículas de alunos aniversariantes fora da data-corte de 30/06  para o  1º ano do Ensino Fundamental  por entenderem que a Deliberação 73/08  incorre na ilegalidade.

Quinze pais paulistas, por intermédio do Dr. Carlos Alberto, entraram com mandados de segurança, todos com liminares concedidas ,sendo que  uma delas com  sentença final de primeira instância.  De modo que é possível usar este recurso, sobretudo ,  no Estado de São Paulo.

Mas alertamos a todos os pais que nem toda criança deve ingressar com 5 anos no 1º ano Ensino Fundamental mesmo que complete 6 anos em julho ou agosto. Seis meses para uma criança é um tempo considerável.   Repito, portanto,   aqui o que disse para a matéria da Revista Crescer :  a Educação Infantil é  uma etapa privilegiada da educação por seu caráter lúdico, que desencadeia a aprendizagem e o desenvolvimento cognitivo. Infelizmente as situações de brincadeira, cuja característica é a não-literalidade, a flexibilidade, o prazer, são abandonadas já nos primeiros anos do ensino fundamental. Além disso, alguns pais de crianças nessa idade são muito ansiosos e acreditam que seus filhos apresentam uma capacidade avançada que nem sempre corresponde à realidade.

Por isso alertamos , antes de entrar com mandado de segurança, que sempre é um desgaste para todos, verificar se esse é o caso de seu filho ou filha e se for, o Dr.Carlos Alberto (aqui) está disponível para oferecer maiores esclarecimentos sobre o assunto.

Outro alerta, para finalizar , já estamos em dezembro e as decisões devem ser tomadas com muita rapidez em função do próximo ano letivo.

 

Tags: , , , , ,

Veja Também:

36 Comentários »

  1. Lidiane comenta:

    dezembro 4, 2011 @ 1:29

    Ainda não fiz a matrícula do meu filho esperando alguma mudança .Como funciona o mandado de segurança para matricula em são paulo?.

  2. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 4, 2011 @ 3:02

    Lidiane , eu sugiro que você entre em contato com um advogado. Em mãos, no momento, tenho conhecimento do Dr. Carlos Alberto Pinto de Carvalho que impetrou 15 mandados com sucesso , talvez seja interessante entrar em contato com ele. Segue o e-mail: carlos@ctalaw.com.br

  3. Viviane comenta:

    dezembro 4, 2011 @ 17:45

    Boa tarde!
    Já estamos com a liminar na mão, mas eu realmente estou preocupada com a escola atual da minha filha que só possui 01 aluno para a matrícula no 1o ano.(E se a escola decidir por nao abrir a turma? ) Com a liminar, eu posso matriculá-la em outra escola? O mandado de segurança é contra a Diretoria de Ensino, Não contra a escola.
    Ps.: Também sou de São Paulo
    Obrigada.

  4. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 4, 2011 @ 20:49

    Olá Viviane, a escola com 1 aluno matriculado pode sim avisá-la e suprimir esta turma. É procedimento legal. Só que eles terão que lhe avisar com antecedência para que você tenha tempo hábil de buscar outra escola.

    Se o mandado de segurança foi expedido contra a Diretoria de Ensino então você poderá requerer matricula em qualquer escola, mas verifique com o seu advogado, ok?
    Abraços

  5. Viviane comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 10:41

    Obrigada, Sônia. Acabei de falar com a advogada e foi exatamente o que ela me explicou. Fico muito feliz de ver que existem pessoas que se preocupam em ajudar os outros.

  6. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 12:20

    Abraços Viviane e que tudo dê certo para vocês neste próximo ano!!

  7. Marcelo comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 12:54

    Tenho um filho que fez 4 anos em 30/julho. Atualmente ele cursa o Pre Nivel I em escola particular, porém essa escola não está aceitando a matrícula para o Pre Nivel II. Ainda não entrei na justiça pois é um valor relativamente alto, cerca de 3mil reais. Será que devido à quantidade de processos, essa resolução 73 seja suspensa na cidade de São Paulo? Grato.

  8. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 13:35

    Olá Marcelo , pois então.. não saberia lhe dizer. O Conselho Estadual de Educação do Estado de São Paulo é provável que alegue que já havia alterado a sua data-corte para 30/06, já que não seguiu o Conselho Nacional de Educação que é 31/03. Portanto, já flexibilizou e não abrirá mão , a meu ver , dessa prerrogativa. Só se o Ministério Público de São Paulo entrar com liminar , o que também considero bem difícil . Ministério Público em São Paulo é bem atrelado ao Governo do Estado…

    De modo que penso que o CEE-SP não abrirá mão da data.

    Puxa , realmente uma ação de mandado é cara mesmo.

    Eu vou lhe dizer uma coisa Marcelo, do ponto de vista pedagógico e de vida para o seu filho não haverá nenhum tipo de problema ele permanecer no Infantil, garanto a você. Particularmente não sou à favor de mandado de segurança para fazer matrícula. Acho algo muito ruim para todos , mas dou orientação para aqueles que realmente acham um caminho promissor.

    Se você conversar com qualquer profissional da área de educação creio que a maioria deles será contra o mandado e à favor da data de corte porque é melhor para a criança.

    Assim se você não puder ou não quiser impetrar o mandado , fique tranquilo porque seu filho não ficará prejudicado.

    Mas pegue no pé da escola para que seja garantido a ele atividades diversificadas visando uma não repetição do que foi visto neste ano de 2011.

    Espero tê-lo ajudado! Abraços

  9. Marcelo comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 14:03

    Olá,

    Eu só fico preocupado com a “retenção”, já que a maioria dos coleguinhas irão para o PreII e alguns poucos, acho que uns 3 da turma dele, não irão. Como explicar isso …

    Não estamos tentando “pular” ou adiantar algum passo, ele apenas está seguindo os níveis. Entrou em 2010 no Maternal com 3 anos, talvez a escola deveria não ter aceitado a matrícula no ano passado, pois já sabia das recomendações dos órgãos competentes.

    A escola utiliza material didático do sistema Anglo, e com essa retenção ele terá que refazer as mesmas apostilas.

    Muito obrigado pelas dicas.

  10. Margarete comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 14:16

    OI, pessoal, realmente esta dificil aqui em SP, nenhuma escola publica ou particular querem matricular meu filho no 1 ano. (ele faz niver em 16.07) completara 6 anos. Mas esta alfabetizado. Já imprimi a materia levei aos colegios, dizendo ser uma lei MPF, Ministerio Publico Federal. Eles alegam nao receber nada das secretarias ou diretorias de ensino. Consultei o advogado para dar entrada com o mandado, mas me cobraram 3 mil reais. Absurdo esse valor. Me sinto indignada e sem saber o que fazer.

  11. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 14:18

    A escola errou, não tenha dúvida.

    1) Com Anglo ou sem Anglo , a Educação Infantil é um único bloco pedagógico e não há nível I, jardim II, etc.. enfim quaisquer tipo de seriação. Isso é uma invenção tola que só prejudica , agora estamos vendo … E não há retenção no Infantil . Mas como inventaram essa seriação e os sistemas de ensino pulam de alegria para vender material todos os anos, fica esse problema.

    2) Você tem razão Marcelo … a escola erra e erra feio e quem sofre as consequências?

    3) Eu penso que você deve conversar com a Direção e juntamente com os outros pais que estão com o mesmo problema solicitar da escola um solução , isso é, a escola fez a bobagem e ela tem que providenciar um ajuste satisfatório para as crianças. Por que tem que usar o mesmo material ? Como explicar para as crianças? O que a escola pretende fazer para promover um acolhimento diferente para esses alunos? Como preparou a professora da próxima turma ? Enfim… não é só reter o aluno e ficar por isso mesmo. Ela terá que providenciar um projeto de adaptação.

    4) Cabe também ( e é gratuito) um pedido para a Diretoria de Ensino que supervisiona a escola uma orientação a este respeito. Relatando tudo isso… que a escola errou na matrícula e que o aluno ficará retido porque seguem um material didático …e pedir providências.

    A questão é não segurar o problema, mas ir atrás de quem tem responsabilidade por ele.

    Vou dar uma busca por aí e se encontra melhores informações eu entro em contato , ok? Abraços

  12. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 14:25

    Margarete , a liminar não vale para o Estado de São Paulo porque ela diz respeito a legislação do Conselho Nacional de Educação e aqui nós utilizamos uma Deliberação do Conselho Estadual de Educação.

    Entre com um pedido na Diretoria de Ensino por escrito para que eles tenham volume de reclamação. Relate que seu filho está apto para enfrentar o 1o ano . Insira, se possível, um laudo da escola , enfim..

    O Conselho Estadual já foi categórico a este respeito em Parecer e penso que será difícil voltarem atrás.

    Mas , como disse anteriormente, vou dar uma busca para verificar se há alguma luz no final do túnel, ok? Abraços

  13. Rosana Matos comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 17:31

    Olá professora Sônia,

    Moro em Presidente Prudente, que fica no interior de São Paulo e tenho uma filha que completará 06 anos em 26/08/2012 e como os demais pais estou indignada com esta “data de corte”. Ainda tenho uma dúvida sobre a liminar concedido pelo MPF de Pernambuco, pois lá o procurador pede a revogaçao de atos do Conselho Nacional de Educação e atos de demais orgãos ligado a ele. Pois bem, o Conselho Estadual de Educação (CEE) é ligado ao CNE não é? neste caso a deliberação de CEE-SP não está revogada também?

    Será que você pode me tirar esta dúvida?

    Um forte abraço,

    Rosana

  14. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 5, 2011 @ 17:48

    Olá Rosana, o Conselho Estadual de Educação não tem nada a ver com o Conselho Nacional de Educação. O CEE é ligado a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

    Além disso , a liminar não alcança o Estado de São Paulo porque aqui trata-se de uma Deliberação do CEE que inclusive discorda do CNE já que lá a data-corte é 31/03 e aqui é 30/06.

    Abraços

  15. Pollyanna comenta:

    dezembro 7, 2011 @ 19:49

    A liminar concedida em Pernambuco não vale para Minas Gerais?

  16. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 7, 2011 @ 20:27

    Sim Pollyanna. Vale para todo o Brasil. Porém, você precisará se orientar com um advogado , ok? Abraços

  17. Tatiane comenta:

    dezembro 8, 2011 @ 16:43

    Estou com a cópia da liminar que o MPF-PE obteve decisão judicial para que crianças com seis anos incompletos possam ser matriculadas no ensino fundamental e matricular meu filho no 1º ano do ensino fundamental. Ele faz 6 anos em 07/04/2012, por causa de 7 dias ele vai perder um ano??? Na mesma sala onde ele está outros alunos vão para o 1º ano, sendo assim ele aprendeu a mesma coisa que os alunos que vão para o 1º ano. Moro em São Paulo capital.

    Liguei na escola e me orientaram para levar a liminar na diretoria de ensino. Levei quarta feira (07/12/11) e ficaram com os dados e a cópia da limanar e até hj não tive resposta. Se não der resultado que devo fazer?

    Grata

  18. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 8, 2011 @ 21:53

    Cara Tatiane, você deve ligar para a Diretoria visando um retorno , faça isso diariamente. Seja insistente e solicite uma reunião com o próprio diregente regional .

    Essa situação está tão esdrúxula que nem sei mais o que pensar…

    Você imagina que no Estado de São Paulo temos situações absurdas! Se a criança com data de aniversário em abril mora na capital e é da escola pública (municipal e estadual) não pode efetivar a matrícula porque a data-corte segue 31/03, mas se for de escola particular a data-corte é 30/06 ! Se morar em Campinas pode porque é 30/06 ! É uma loucura total!

    O Conselho Estadual me informou que no Estado de São Paulo qualquer cidade ou mesmo escola pode adotar uma data-corte que queira, desde que não ultrapasse o 30/06 e que as escolas municipais e as estaduais da capital paulista usarão o critério igual ao do Conselho Nacional 31/03 ,mas as demais escolas particulares , por exemplo, seguirão o 30/06 , bem como outras cidades do Estado de São Paulo.

    Penso que isso é tão sem propósito que é o nosso Ministério Público deveria também seguir o exemplo de Pernambuco e entrar com pedido de liminar .

    Se eles não lhe derem resposta o melhor caminho é contratar um advogado e entrar com mandado de segurança porque efetivamente por 7 dias não poder ser matriculado com toda essa confusão é um absurdo mesmo.

  19. ROSANA FRATONI comenta:

    dezembro 22, 2011 @ 18:15

    A minha filha faz aniversário em 5 de abril,ela só tem 3 anos ,mas,foi matriculada no maternal para o ano de 2012.O que ja me preocupa,pois ainda tera que cumprir 3 anos (maternal,jardimI E JARDIMII),assim tera 6 anos e 10 meses quando iniciar no primeiro ano. O que devo fazer…

  20. Profa. Sônia Aranha comenta:

    dezembro 22, 2011 @ 18:24

    Rosana, veja bem, não há muito a ser feito a não ser entrar com mandado de segurança, porque há uma liminar que derruba a data-corte , porém ela é específica para as crianças que completarão 6 anos e não é o caso de sua filha.

    Eu penso que ainda há tempo para ela… até lá muita água rolará debaixo da ponte , não é mesmo?

    É muito provável que até chegar o momento do ingresso no Ensino Fundamental algo deve ter mudado em relação a data-corte , aliás a liminar impõe uma condição para crianças que aniversariam depois de 31/03 que é um laudo psicopedagógico que diga que a criança está apta a cursar o 1o ano , de modo que não é automático o ingresso e tampouco para todas as crianças somente para aquelas comprovadamente em condições de enfrentar um 1o ano.

    Então , eu acho que um bom caminho para vocês é aguardar com tranquilidade e curtir o presente que é a educação infantil,ok?

    Abraços

  21. melissa lima comenta:

    janeiro 2, 2012 @ 12:02

    Bom dia,minha filha completa 06 anos em junho.Ela já fez 2 anos de pré escola particular,já escreve e lê,mesmo assim a escola pública daqui do estado de sp não aceitou fazer sua matricula para o 1° ano,me deram uma vaga na pré escola pública,onde ela vai rever tudo que já sabe.Somente a escola particular aceita,mas o 1° ano da escola particular é muito mais caro que a pré escola.Como faço para conseguir a vaga dela numa escola pública para o 1°ano?

  22. Profa. Sônia Aranha comenta:

    janeiro 2, 2012 @ 13:00

    Melissa , não tem jeito , só mesmo com mandado de segurança. Você pode constituir um advogado que não sai barato ou buscar a Defensoria Pública , ok?

    Clique aqui e leia mais informações a este respeito. Forte abraço

    Poder Judiciário é favorável ao mandado de segurança para garantir matrícula no 1o ano do Ensino Fundamental.http://www.soniaranha.com.br/2011/12/31/o-poder-judiciario-e-favoravel-ao-mandado-de-seguranca-para-garantir-a-matricula-no-1%c2%ba-ano-do-ensino-fundamental/

  23. Cristina Ramos comenta:

    janeiro 11, 2012 @ 18:57

    Colegas mães de Goiânia, que se encontram na mesma situação que eu, ou seja, seus fillhos completam 4 ou 5 anos após a data limite e querem matriculá-los no agrupamento posterior, pergunto: alguém encontrou um advogado mais barato na cidade, será possível entrar com um mandado de segurança coletivo ou uma ação civil pública? Aguardo resposta urgente.

  24. talita comenta:

    março 29, 2012 @ 16:26

    ola meu filho vai fazer 5 anos em 26 de agosto,ja fiz a matricula dele no cemei mas nao tem vaga eu gostaria de saber ele faz o pre esse ano mesmo ou nao

  25. Profa. Sônia Aranha comenta:

    março 30, 2012 @ 14:39

    Olá Talita, em função da data-corte de 31/03 seu filho fica no Infantil e só em 2014 ingressará no 1o ano do ensino fundamental.

    Estamos lutando para flexibilizar a data-corte junto ao Ministério Público Federal dos Estados, único modo de modificar essa situação.

    Mas a flebilização da data de corte será atrelada a um laudo psicopedagogico atestando a capacidade cognitiva de uma criança com 5 anos a completar 6 anos ingressar no 1o ano .

    Abraços

  26. Matrícula para o 1o ano Ensino Fundamental e data-corte comenta:

    julho 15, 2012 @ 3:51

    […] Mandado de Segurança para matrícula no Estado de São Paulo […]

  27. Flavia Barioto comenta:

    agosto 6, 2012 @ 2:41

    Boa noite doutora.
    Minha filha faz aniversário dia 27/07, e entrou no maternal I ano passado. Mas devido a essas mudanças ela não pode avançar para o maternal II. Inicialmente pensei que não haveria problema, pois crianças novinhas como ela, com pouca diferença de idade convivem bem sem intercorrências sérias. Mas o que estou vivênciando é terrível. Minha filha tem um nivel de amadurecimento maior do que as outras crianças, inclusive relatado por sua professora, e devido a este fato ela está apresentando prejuízos emocionais e pouca adaptação com a turma…….Sua professora sempre diz que ela é mais amadurecida e que sua coordenação motora esta adequada para que ela fosse aprovada para a próxima série….
    Tenho uma filha de 10 anos e pelo convívio com minha filha de 3 anos é bem amadurecida para a idade dela, mas foi só voltar para a escola depois das férias voltou a fazer birra, chorar à toa, etc, isto ocorria antes das férias também e segundo sua professora é por causa das outras crianças que são mais novinhas que ela. Inclusive a professora diz que trata ela diferente das outras crianças, para que ela não retroceda emocionalmente….. Gostaria de saber o que faço? Entro em contato com um advogado para que ainda este semestre ela possa ir para o maternal II? Por favor, me dê sua opinão. Obrigada.

  28. Profa. Sônia Aranha comenta:

    agosto 6, 2012 @ 19:25

    Bom tarde Flavia!

    Acho que a professora está despreparada para trabalhar com a diversidade, por que responsabilizar as outras crianças e a sua filha pela não adaptação na série? É ela que tem que fazer com que o ensino seja interessante para todos, independente da idade. E além disso, joga também a responsabilidade sobre você , deixando-a insegura. Professora sem experiência e boa formação, isso sim é um problema.

    Vejamos as alternativas:

    1) Para o término do ano faltam apenas 90 dias aproximadamente , será que vale a pena sair agora , nova adaptação … desgaste e tudo mais? Eu penso que não.
    2) Vale a pena você conversar com a coordenação pedagógica da escola ou direção , explicar o que está acontecendo e que a professora não consegue resolver o problema . Pergunte sobre a possibilidade da direção orientar a professora no sentido de apresentar-lhe atividades que possam ser interessantes para a sua filha. Veja também se há possibilidade de uma mudança de sala simplesmente sem , neste momento , entrar na justiça ou interferir na documentação da escola apenas para terminar o ano.

    Então, resolver a questão pedagógica até esse final de ano para que a sua filha se sinta bem.

    3) No período de matrícula aí sim você impetra ação para conquista de um mandado de segurança para o 2013. Daí vale a pena.

    Me diga qual é a sua cidade para que eu possa lhe indicar um advogado, ok?

    Espero ter-lhe ajudado! Abraços

  29. maria jose comenta:

    janeiro 10, 2013 @ 12:39

    Gostaria de saber quanto custa , para entrar com mandado de seguranca para fazer matricula do meu neto aqui em Campinas.

  30. Profa. Sônia Aranha comenta:

    janeiro 10, 2013 @ 23:09

    Olá Maria José, eu acho que o mandado de segurança está entre R$ 2.500,00 a R$ 3.500,00.

    Indico para você em Campinas advogada Maria Carvalho
    Veja que ela impetrou mandado de segurança para a filha dela:
    http://www.soniaranha.com.br/wp-content/uploads/Jornal-Indaiatuba-Corte-et%C3%A1rio.jpg

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=468830896477903&set=a.468830619811264.113645.100000529897168&type=3&theater

    e-mail: rms.advocacia@gmail.com

  31. thais comenta:

    fevereiro 17, 2014 @ 21:36

    Gostaria de uma opinião sobre meu caso, minha filha é de 15/07 e em 2013 cursou o jardim 1 ai no fim do ano a escola me falou que ela teria que fazer novamente pois tem o corte dia 30/06!!
    mas nao acho justo pois ela ja cursou e seus amigos foram para o jardim 2. o que você avha que devo fazer???

  32. Sônia R. Aranha comenta:

    fevereiro 18, 2014 @ 2:06

    Thais,

    Há no Estado de São Paulo uma liminar que determina a matricula das crianças fora da data-corte . Leia:

    http://blog.centrodestudos.com.br/data-corte-e-o-estado-de-sao-paulo-ultimas-noticias/

    Sua filha deverá ser submetida a uma avaliação psicopedagógica que ateste que ela é capaz de seguir adiante e com isso e com a liminar da Justiça você poderá efetivar a matrícula.

    O problema é convencer a escola a este respeito.

    O melhor caminho é você constituir um advogado que impetre um mandado de segurança e conquiste uma liminar mas também pode diante da liminar da Justiça que você encontra no link acima levá-la a OAB para que a ajudem junto a Defensoria Pública para impetrar mandado.

    É o que há para ser feito, ok? Abraços

  33. Sandra comenta:

    janeiro 20, 2016 @ 14:33

    Boa tarde.
    Moro no PR e emu filho completará 6 anos em setembro/16. Porém ele estuda desde os 2 anos. Aqui no PR ele terminou o Ensino Infantil no ano passado e já está matriculado para o 1.o ano do fundamental. A Escola me informou que a lei aqui permite.

    O Conselho Estadual de Educação do Paraná (CEE) aprovou um parecer que orienta as escolas a aplicarem a data de corte de 31 de março para ingresso na educação infantil e no ensino fundamental em 2016, mas com um período de transição para as crianças que já estão matriculadas. Na prática, as crianças que hoje estão na pré-escola e completam 6 anos em 2016 poderão cursar o primeiro ano do ensino fundamental, independentemente da data de aniversário. Pelo parecer, as escolas terão autonomia para se adequar às regras.

    Até aí tudo bem, só que meu marido foi transferido para SP – Capital e não estamos conseguindo fazer a sua transferência em nenhuma escola particular.

    O que eu posso fazer para garantir sua matrícula no ensino fundamental? Gostaria que ele continuasse a evoluir e não a retroceder nos estudos.

    E se ele estudar o primeiro bimestre aqui no PR, será que fica mais fácil eu conseguir sua transferência?

    Obrigada
    Sandra.

  34. Sônia R. Aranha comenta:

    março 3, 2016 @ 20:28

    Sandra, em geral esta estratégia não dá certo.

    O mais correto é impetrar mandado de segurança em São Paulo contra a escola que deseja efetivar a matricula e conquistar uma liminar do juiz. Tenho disso está tudo certo, ok?

    abraços

  35. Rebeca comenta:

    fevereiro 4, 2017 @ 12:47

    Bom dia, por favor poderia me guiar, tenho uma filha com 3 anos o aniversário dela e o 18/11/2013, o ano retrasado ela cursava a sala de mini 2, por causa da idade ela foi para sala do mini 3 e os coleguinhas foram para a fase 1, só que a minha filha tem mas maturadidade que os novos coleguinhas, eles ainda usam fralda, usam chupeta, etc, ae estou vendo que minha filha está copiando certas atitudes, eu poderia fazer algum mandado ? Já q ela tem a mesma formação que os coleguinhas que foram para fase 1, e só pela idade que foram separados de turma, além que ela já começou curso no kumon para alfabetização. Grata.

  36. Sônia R. Aranha comenta:

    fevereiro 6, 2017 @ 1:14

    Rebeca é isso mesmo.. apenas é a idade x data-corte. A data-corte na Ed.Infantil é 31/03 então a sua filha fica barrada.

    Para resolver isso somente impetrando mandado de segurança e se o juiz conceder liminar daí sim poderá matriculá-la na série que considera mais adequada para ela. Sem constituir um advogado poderá buscar a Defensoria Pública

    ok?

    abraços

Por favor, Deixe um comentário aqui !




  • Veja Também


    Meta