Você concluiu a graduação e a faculdade agora diz que não pode emitir o diploma, porque o seu certificado de ensino médio é inválido e precisa de um visto confere?

Leia o testemunho da Cintia a este respeito:

Venho aqui para brevemente relatar meu caso em agosto de 2016 terminei minha graduação, quando fui retirar meu diploma e histórico 60 dias após a colação de grau fui barrada porque a faculdade alegou que meu ensino médio eu precisava validar pois eu tinha um histórico e ele não estava certificado, inocentemente fui até a escola que conclui em 2010 , simplesmente ela sumiu! ( Centro Educacional Carioca, essa é a “Escola”) eu não sabia absolutamente nada e nem o que fazer voltei na faculdade pedindo ajuda eles não souberam me orientar, fui para o google no qual, graças a Deus, achei esse site da Sônia Aranha, explicando exatamente a minha situação, fui orientada por ela sobre o que fazer e ela me indicou a Dra Lais Gonçalves no qual me ajudou com todo meu processo que tive que entrar contra a SEEDUC. O processo demorou mais ou menos 6 meses mas consegui pegar meu diploma na faculdade e assim poder trabalhar na minha profissão em que escolhi e na qual me dediquei 4 anos sem saber que havia sido engana num supletivo fajuto. Só tenho a agradecer por todo apoio. Obrigada.”

Fico muito feliz de ter podido ser a ponte para ajudar a Cintia e tantos outros alunos que foram enganados.

Se este é o seu caso, nos procure: contato@soniaranha.com.br ou saranha@mpcnet.com.br que indicaremos advogada com experiência para atuar no seu caso.

 

 

Tags: , ,

Veja Também:

38 Comentários »

  1. Larissa comenta:

    setembro 18, 2017 @ 3:55

    Oi eu tenho uma dúvida, estava lendo os posts sobre certificado inválido que me deixou com medo.
    Fiz o EJA a distância numa escola do Rio de Janeiro, recebi meu certificado e foi publicado no diário oficial, no verso do certificado tem a publicação no diário oficial e uma autenticação do cartório, mas não tem carimbo da secretaria da educação. Meu certificado é inválido?

  2. Sônia R. Aranha comenta:

    setembro 19, 2017 @ 17:47

    Larissa, por intermédio de suas informações o certificado não é válido.

    att

  3. Larissa comenta:

    setembro 19, 2017 @ 18:11

    Como eu faço para validar?

  4. Sônia R. Aranha comenta:

    setembro 19, 2017 @ 20:01

    Larissa, puxa difícil.. depende.. cada caso é um caso…

    1) Precisa saber se quando o certificado foi emitido a escola que o emitiu tinha autorização de funcionamento.
    2) Se tinha, precisa entrar com processo junto a Secretaria de Educação do Estado da escola que certificou
    ou
    3) Tentar a Justiça.

    Caso tenha condições financeiras para consultar um advogado posso lhe indicar um para que ele verifique as possibilidades de procurar a Justiça.
    Mas isso só é relevante se você já fez faculdade e se formou, caso contrário, como é caro e demorado, sugiro que faça supletivo novamente em escola pública para obter um certificado válido ok?

    abraços

  5. MARIVALDO comenta:

    outubro 5, 2017 @ 13:37

    Eu também fui vitima de certificado do Colégio Cristão USA
    Em 2001
    do ensino médio
    fiz tudo provas e pagamentos na época
    e agora

    quais sao os procedimentos juridicos a tomar

  6. Sônia R. Aranha comenta:

    outubro 6, 2017 @ 17:54

    Marivaldo, depende se você tem um certificado pelo menos para provar que lá estudou e se esta escola em 2001 tinha autorização para funcionamento. Sei que a escola estava em sindicância porém desconheço se esta sindicância iniciou em 2001.

    Recomendo que constitua um advogado e tente resolver na Justiça

    http://www.jornaljurid.com.br/noticias/justica-valida-certificado-de-aluno-formado-antes-do-fechamento-da-escola

    Caso precise posso indicar advogado especializado em direito educacional de São Paulo. Entre em contato: sonia@centrodestudos.com.br

    abraços

  7. Gleyciane comenta:

    fevereiro 19, 2018 @ 18:56

    Boa tarde,

    Meu marido fez faculdade a distancia e terminou em 2017, agora esta precisando do Diploma para um concurso com prazo até 26/02 e a faculdade não quer emitir ate o mesmo colar grau que sera somente dia 17/03. Tem algo que ele possa fazer?

    Atenciosamente,
    Gleyciane

  8. Sônia R. Aranha comenta:

    fevereiro 22, 2018 @ 1:40

    Gleyciane, como a situação é difícil, constitua advogado e impetre mandado de segurança solicitando tutela antecipada para o juiz determinar que a faculdade emita o diploma de imediato sob pena de prejuízo iminente, ok?

    abraços

  9. Daniel comenta:

    maio 17, 2018 @ 3:41

    Olá boa noite,
    Gostaria de tirar uma dúvida, eu fui vítima de um estelionato, de uma escola que emitia diplomas que vinha de uma escola do Rio de Janeiro, eu estudei em São Paulo, e nunca pisei no RJ.
    Meu diploma é do centro educacional carioca, e pelo que li no blog, muitas pessoas foram vítimas também desta escola, eu descobri que também fui vítima em 2016, eu fiz o supletivo em 2011, tenho o certificado histórico escolar, e publicação no diário oficial, mas pelo o que vi não quer dizer nada, porque a escola não pode certificar alunos de outros estados, e eu sei que essa escola parou de funcionar em 2009, portanto como me formei em 2011 meu certificado não é valido, tentei procurar a escola aqui em São paulo e nada, ela sumiu e não consegui contato com ninguém portanto eu deixei pra lá e para não perder tempo eu entrei em outro EJA a distância, mas dessa vez pesquisei muito bem a escola e ela é conceituada em São Paulo, liguei na secretaria de ensino e está tudo regularizado a escola é o Instituto Universal Brasileiro, minha dúvida é a seguinte, eu já passei nas provas dessa nova escola que estou estudando, agora só estou esperando, o certificado, histórico e a publicação no gdae, por eu ter tido a publicação no diário oficial, pode ter algum problema, para ter a publicação no gdae?

    Desde já agradeço, pelo belo trabalho que tem feito com o blog, ajudando nós que fomos vítimas de estelionatários, meus parabéns!!!

  10. Sônia R. Aranha comenta:

    maio 21, 2018 @ 17:56

    Daniel, eu acho que não haverá problema porque o outro certificado não é válido.. e não é válido em São Paulo.

    ok? abraços

  11. Daniel comenta:

    maio 21, 2018 @ 22:41

    Obrigado pela atenção, fiquei um pouco mais aliviado agora!!!!

  12. Jessica comenta:

    julho 5, 2018 @ 2:58

    Olá, eu caí no mesmo golpe, me formei em 2010 e no Diploma veio Centro Educacional Carioca. Entretanto tenho uma dor de cabeça maior pois só fui descobrir agora que estou pra receber o diploma da minha faculdade. Realmente não sei o que fazer, na época recebi o Certificado escolar, histórico e meu nome foi lançado no Diário oficial. Como devo proceder agora? Não tenho tempo para fazer um novo supletivo, estou muito triste pois achei que pegaria meu diploma da faculdade em Agosto, algo que lutei tanto e agora me encontro sem saída. Se puder me ajudar Sônia, me indicar um advogado e ver o que posso fazer. Obrigada!

  13. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 5, 2018 @ 5:16

    Jessica, cada caso é um caso. Como você já concluiu a faculdade acho que seria interessante pensar em uma ação judicial consultando um advogado.Alerto apenas que a consulta não é gratuita.Ele analisará seus documentos e lhe orientará. Indico via e-mail.

    Outra possibilidade seria você , dependendo de onde mora, fazer CEEJA , que é supletivo flexível, basta fazer as provas.E obtendo o certificado daí terá que seguir para a faculdade ..ela não emitirá o diploma, mas daí você já terá um certificado válido e poderá seguir para o Conselho Nacional de Educação visando convalidar o seu estudo e fazer com que a faculdade emita o diploma , ou seguir para a Justiça que fica mais fácil de resolver o problema.

    ok? abraços

  14. Parker comenta:

    julho 8, 2018 @ 16:44

    Eu conclui o ensino médio no instituto Brasileiro de Ensino a Distância (IBED) em Curitiba-PR, em 2014, e hoje li uma matéria na internet que diz que todos os certificados, emitido por essa instituição foram cancelado. Poderia me dizer oque se pode ser feito para que eu regularizo?

  15. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 8, 2018 @ 17:06

    Parker,

    1) Leia o PARECER CEE/CEMEP Nº 411/17 http://www.cee.pr.gov.br/arquivos/File/pdf/Pareceres_2017/CEMEP/pa_cemep_411_17.pdf

    Nele há todo o processo e as providências.

    2) Entre em contato com a Secretaria de Educação do Estado do Paraná para informar-se dos procedimentos que você precisará fazer, ok?

    abraços

  16. Parker comenta:

    julho 8, 2018 @ 17:40

    ok

  17. Jonas comenta:

    julho 15, 2018 @ 2:35

    Boa noite, conclui meus estudos no centro educacional podio. Sou do Rio de Janeiro; Ja peguei o certificado, historico e publicação em diario oficial. tenho visto uma serie de reclamações desse colegio. Será que o meu é verdadeiro? Mesmo com toda a documentação tem risco de nao ser verdadeiro? A publicação eu imprimi a partir do site do DOERJ, o Jusbrasil.

  18. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 16, 2018 @ 4:55

    Jonas,

    Depende … o Pódio perdeu a autorização de funcionamento.. se o seu certificado foi emitido quando o Pódio tinha autorização e tem visto confere no verso.. está ok.. caso contrário não..

    Precisa saber quando o Pódio perde a autorização para verificar a data da emissão do seu certificado..

    ok?

    abraços

  19. Jonas comenta:

    julho 17, 2018 @ 2:24

    Entendi Sônia, mas no caso, eu tenho toda a documentação… histórico, certificado de conclusão e publicação em diário oficial, tudo emitido em fevereiro de 2017, sendo que o colégio perdeu o credenciamento em maio de 2017, até ai tudo bem. O meu certificado tem a assinatura do direto e secretária, mas não tem da secretaria de educação. Eu posso solicitar essa assinatura? Pois é a unica coisa que falta pra mi,.

  20. Jonas comenta:

    julho 17, 2018 @ 2:31

    A funcionária da Secretaria de educação aqui do RJ disse que a assinatura do inspetor não é obrigatoria, e sim a da diretora e da secretária do colégio. Aí fiquei na dúvida.

  21. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 17, 2018 @ 5:04

    Jonas, não é este o meu entendimento:

    IX – solicitar a presença de servidores da Equipe de Acompanhamento e Avaliação para assinatura dos Certificados e Diplomas após a devida publicação;

    Resolução SEEDUC n.3526/2007 Leia http://normaseducacionaisrj.blogspot.com/2011/06/resolucao-seeduc-n-3526-de-08-de-maio.html

    Acho que é isso …

    abraços

  22. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 17, 2018 @ 5:09

    Jonas, pode solicitar … o visto confere.. para a SEEDUC ..

    Resolução SEEDUC n.3526/2007 http://normaseducacionaisrj.blogspot.com/2011/06/resolucao-seeduc-n-3526-de-08-de-maio.html

    ok?

    abraços

  23. Claudio comenta:

    julho 19, 2018 @ 1:20

    então sonia, eu gostaria de saber quando o centro educacional podio perdeu o credenciamento para publicar em diario ofical os concluintes do ensino medio a distancia. Porque eu conclui em 2015 no segundo semestre e so vieram publicar em fevereiro de 2017. Pode isso? Na publicação consta que terminei em 2015 mas foi feita em 2017. Pode me dar problemas? pq o colegio nao funciona mais.

  24. Claudio comenta:

    julho 19, 2018 @ 1:21

    e sendo que antes de 2017 o colegio tinha credenciamento, pelo menos na epoca que conclui não havia problemas

  25. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 20, 2018 @ 4:19

    Claudio, o Colégio Pódio teve problemas com a SEEDUC que também demorou uma vida para dar o visto confere e publicar no Diário Oficial. Esse lapso de tempo de 2015 para 2017 deve ter sido isso.

    Pode ter problemas sim principalmente se não é do Estado do Rio de Janeiro, porque as faculdades paulistas, por exemplo, não estão aceitando certificado de ensino médio a distância de escolas do Rio de Janeiro.

    Se der problemas há uma saída da Justiça

    ok?

    abraços

  26. Anônimo comenta:

    julho 21, 2018 @ 7:53

    Sonia eu reci meu certificado do podio e moro no rj mesmo, nsó que foi em 2017 tbm e não estava mais regularizado. Ocorreu maior confusão e inumeros processos para o colégio, daí em 2017 mesmo o Juiz concedeu uma liminar e obrigou a seeduc a publicar o nome dos alunos que concluiram mesmo com o colégio tendo problemas em 2015. Meu nome saiu nos concluintes de 2015. Na parte de tras do certificado diz que ele foi publicado do doerj por uma liminar autorizada pelo juiz. aí tem o numero do processo atras do certificado. será que esta valido?

  27. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 21, 2018 @ 13:56

    Anônimo… Não sei lhe responder… é provável …

  28. Claudiana de Oliveira comenta:

    julho 26, 2018 @ 15:19

    Por favor gostaria que me ajudasse fiz supletivo pela escola cfac
    Estou desesperada pois fui fazer minha matricula no curso técnico e meu histórico ficou lá para para vê se tem validade!
    Eu concluir o supletivo no dia 04 /09/2012
    Tendo assinatura do diretor
    Assinatura da secretaria escolar
    Inspetora escolar
    Eu fiz a provas na própria escola

  29. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 27, 2018 @ 16:58

    Claudiana, esta escola de fato foi cassada, mas tinha em Parecer CEE-RJ n.115/2008 com 5 anos de autorização. Então, você pode elaborar um documento para a direção do seu curso técnico informando que o Parecer CEE-RJ n.115/2008 tinha autorização até 2013 e que você lá estudou em 2012 e que o seu certificado tem visto confere (assinatura e carimbo da inspetora escolar) e que o seu nome saiu publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.

    Se mesmo assim o curso técnico não aceitar, você pode entrar com um processo no SEEDUC – Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro mas tem que ir até lá pessoalmente. O problema é que demora para que eles lhe deem um parecer. Você vai pedir para que eles forneçam uma certidão com força de certificado para que a escola permita a sua rematrícula.

    Outra possibilidade é via Justiça. E daí você terá que constituir um advogado. Posso lhe indicar uma do Rio de Janeiro que atua com questões de certificado e já conseguiu êxito em alguns casos. Entre em contato: sonia@centrodestudos.com.br

    abraços

  30. JORGE comenta:

    julho 30, 2018 @ 17:29

    Eu fiz em 2007 aproximadamente, um supletivo de ensino médio. Fazia a prova e mandava pro correio. Depois de um tempo , recebi o certificado do ensino médio, até então tudo ok.

    Entrei na faculdade, fiz alguns períodos, depois me transferi pra outra faculdade fiz outros períodos. Tranquei por uns 4 anos e retornei na faculdade anterior e finalmente depois de muito trabalho conclui o ensino superior.

    Porém não foi possível colar grau visto que o certificado estava irregular e não havia sido publicado no diário oficial. Fui até o diário oficial e não constava realmente a publicação. Foi aberto um processo administrativo pela faculdade junto a secretaria de educação e também não foi identificado meus dados e para piorar a escola que constava no certificado foi extinta.

    O que faço ? Pois paguei as mensalidades, apresentei o certificado 2 vezes e não foi informado qualquer irregularidade, e agora que conclui a faculdade não posso colar grau.

    Me sugeriram fazer novo supletivo , porém será que a faculdade aceitara visto que será posterior a conclusão do curso superior?

    Sugeriram Enem , porém se aplica mesmo caso acima.

    Fui em um advogado que me cobrou quase 4 mil para entrar com uma ação. Não disponho desse valor, pois pagar a faculdade ja foi bem dificil. Perco as esperanças e tudo que paguei.

    Moro em SANTO ANDRE – SP, mais terminei a faculdade no estado do RJ.

  31. Sônia R. Aranha comenta:

    julho 30, 2018 @ 18:59

    Jorge,

    1) As orientações que você teve estão corretas.
    2) O valor de uma ação é essa mesma. Nenhum advogado fará por menos do que isso, porque é uma ação bem trabalhosa e não recomendo que você busque qualquer advogado porque o assunto é específico. O melhor é advogado que atua em direito educacional e por ser específico o valor é esse mesmo.
    3) Não é mais possível fazer o ENEM, porque ele não oferece mais a opção de certificação.
    4) Mas há o ENCEEJA – Exame Nacional de Certidificação de Educação de Jovens e Adultos, as inscrições ocorrerão em Maio de 2019 e o exame em outubro de 2019
    5) Outra opção melhor é fazer a matrícula no CEEJA que é supletivo público e flexível, isto é, não precisa frequentar, é gratuito e em pouco tempo você elimina as disciplinas. Em Santo André : Rua: Rubião Júnior, 283 – N. Colonial, Ribeirão Pires – SP, 09424-050
    Telefone: (11) 4823-7461 Entre em contato com eles.

    A melhor opção para o seu caso é fazer CEEJA.

    Após obter um certificado válido via CEEJA daí você apresentará o mesmo na faculdade, mas a faculdade não vai querer emitir o diploma porque haverá um conflito de datas: data do termino da faculdade será anterior a data do termino do ensino médio.

    Mas daí as coisas ficam mais fáceis porque você tem o certificado válido de ensino médio. E a faculdade lhe fornecerá (vc pedirá a ela) uma declaração do motivo pelo qual não pode emitir o certificado e neste momento você terá duas opções: solicitar do Conselho Nacional de Educação a convalidação de estudos ou buscar a Justiça em Santo André (defensoria pública) para exigir a emissão do certificado.

    ok?

    abraços

  32. Cristina comenta:

    agosto 14, 2018 @ 21:10

    Olá, boa noite.
    O meu caso é um pouco diferente mas gostaria de um auxílio. Terminei a faculdade em 2013 e estava tudo ok para pegar o diploma, porém depois me informaram que eu não poderia pegar porque não tinha alcançado pontos o suficiente. Depois de eu pagar mais 6 meses de faculdade, disseram que o problema não foram os pontos, mas a falta do número de CRA. Agora estão querendo que eu curse mais matérias para pegar meu diploma. Fui atrás do que a faculdade chama de Sala especial de estágio, porém me disseram que não tinha e posteriormente fiquei sabendo que tinha, mas não me incluiram e disseram que eu não fui atrás. Vale entrar com um advogado no caso? Quero muito meu diploma mas estão colocando cada vez mais coisas pra eu pagar. Não tenho mais condições.

  33. vitor comenta:

    agosto 15, 2018 @ 17:32

    sonia, as publicações a pedido da relação de concluintes do nivel médio passam pela secretaria de educação ou é o proprio colégio que envia para o diario oficial? Porque me disseram que publicações a pedido é o colégio quem paga. As publicações em diário oficial geralmente passam pela secretaria de educação? No caso das escolas particulares

  34. Sônia R. Aranha comenta:

    agosto 16, 2018 @ 3:33

    Vitor, depende do Estado. No Estado de São Paulo tem o GDAE que é um cadastro online. No Estado do Rio de Janeiro é a Secretaria de Educação a responsável por validade a publicação.

    ok?

    abraços

  35. Sônia R. Aranha comenta:

    agosto 16, 2018 @ 3:42

    Cristina, sim constitua um advogado para intermediar a situação para você. O advogado irá analisar o caso, conversar com a faculdade para entender o que está acontecendo e tentar solucionar o caso, ok? E isso urgente porque faz 5 anos que você está nesta situação.

    abraços

  36. jonas comenta:

    agosto 17, 2018 @ 2:38

    Sônia, sabe me dizer até que ano o colégio podio tinha autorização para funcionar e certificar? pq meu certificado e publicação em diário oficial foram emitidas em fev de 2017. só que conclui em 2015, e so recebi o certificado e publicação em 2017. Apesar do colégio ter tido problemas em 2015, sei que ele ainda ficou funcionando por alfm tempo até fechar de vez. Sou do rj mesmo.

  37. Sônia R. Aranha comenta:

    agosto 17, 2018 @ 19:49

    Jonas, o Centro Educacional Pódio é um pouco diferente das demais escolas porque bem ou mal cumpriram com as determinações, tiveram liminares para funcionar, mas agora perderam.

    Se vc é do Rio de Janeiro, tem certificado com visto confere e nome publicado no Diário Oficial não é para ter problema, ok?

    Em 25 de maio de 2017, o Estabelecimento de Ensino NÃO obteve seu RECREDENCIAMENTO do Ensino a Distância – Ensinos Fundamental e Médio, através do Parecer nº 043/2017 do CEE/RJ

    abraços

  38. jonas comenta:

    agosto 18, 2018 @ 10:17

    Entendi sônia, tenho tudo, é porque tinha visto no site da justiça que o colégio não podia certificar e nenm publicar em 2015, por conta de uma determinação… Por outro lado, tem esse parecer 043/2017, no qual o colégio não obteve o recredenciamento. É um pouco confuso, por isso a minha dúvida. Dá a entender, que apesar do processo o colégio foi levando aos “trancos e barrancos” até 2017. O meu medo era ser publicado e certificado fora do tempo de credenciamento, pois fui publicado e certificado antes do colégio fechar.

Por favor, Deixe um comentário aqui !




  • Veja Também


    Meta