Arquivo de abril, 2019

Boa noite, no final de 2017 concluía o oitavo semestre de enfermagem na UNIP quando fui informada de que não receberia meu diploma até que a SEEDUC – Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro conferisse o visto confere no meu certificado de conclusão do Ensino Médio e enviasse para a UNIP, visto que meu certificado era inválido por não constar o visto confere em seu verso.

Sim, cometi o erro na adolescência de estudar no Ensino Médio na modalidade a distância pela EPEC escola localizada no Estado do Rio de Janeiro, mas nunca imaginei que enfrentaria problemas com o certificado obtido por diversos motivos: 1)   nunca tive problemas com este certificado nos vínculos empregatícios; 2)  nunca tive problemas com este certificado nos cursos que cursei e 4) a própria UNIP recebeu minha matrícula normalmente diante deste certificado em dois momentos após trancamento de matrícula   sem que jamais a UNIP tenha se manifestado até o dia  eu conclui o curso integralmente e paguei a última parcela da mensalidade.

Portanto, se você leitor deste blog cometeu esse erro, primeiramente proceda de forma correta, seja por intermédio do ENCCEJA (o que eu fiz) ou outra escola por eliminação de matérias e refaça o seu Ensino Médio e leve seu novo certificado de Ensino Médio válido na universidade, só assim resolve-se o problema.

Na Justiça tentei inicialmente, mas após 5 (cinco) pesarosos meses de espera, ansiedade e muito choro, recebi a notícia de que perdi a ação por unanimidade, detalhes:  eu tinha histórico escolar, meu  nome publicado no Diário Oficial, tudo certo, mas mesmo assim perdi, então, não perca tempo e vá refazer seu Ensino Médio, porque este é o melhor caminho.

Só eu sei o quanto chorei e sofri ao pensar nos anos de estudo que perdi, totalizando 8 (oito)  anos e meio devido aos dois trancamentos de matrícula e sem nunca reprovar em nada, já via todo o meu esforço escoando pelo ralo, junto com meu investimento financeiro, noites sem dormir, privações da vida etc…sem falar que eu já estava concluindo uma pós-graduação e tive um ano para regularizar meu COREN para só assim poder trabalhar. Por  um  ano, minha vida profissional ficou estacionada, mas o mais importante é que passou.

Já estava concluindo o Ensino Médio no CEEJA CLARA MANTELLI perto da Estação do Metrô Belém, na capital paulista, mas prestei também o ENCCEJA, quer dizer, por falta de um válido, estava com praticamente dois certificados de Ensino Médio (rsss ), preferi pecar pelo excesso e me punir, me punir sim, para nunca mais na minha vida recorrer ao mais rápido e fácil aparentemente, porque, no final das contas, o mais fácil torna-se mais difícil e mais sofrido. Nunca mais!

Esta experiência serviu de crescimento pessoal, espero que resolvam suas questões também e amadureçam com a experiência como eu amadureci, mas teve muito chororô, isso só eu sei e meu amado marido que sempre enxugou minhas lágrimas e acreditou no meu potencial, que por um erro imbecil na adolescência, me fez passar por maus bocados e muita aflição, mesmo sabendo o quanto eu merecia, quanto estudei e sempre tirei boas notas na universidade, isso não tem valor algum nessa situação, portanto, façam o que eu orientei e busque seu diploma com unhas e dentes.

Observação: ENCCEJA não foi difícil, nem estudei pra fazer, passei o dia inteiro lá das 7h:20minutos da manhã até 19h:30minutos, mas valeu a pena, foi o certificado que acabei usando, visto que aquele que eu iria obter via CEEJA ainda faltavam 3 (três) provas pra concluir.

Agradeço a Profa.Sônia Aranha pela ajuda, pois a primeira orientação foi aquela que li no seu blog quando descobri tudo. Eu não sabia de nada, nem imagina o quanto essa situação trágica é comum até acontecer comigo, o que me levou a pesquisar sobre o assunto.

Também agradeço a Dra Laís Gonçalves, minha advogada, pela ajuda, mesmo eu tendo perdido a causa, mas isso é a consciência e decisão dos juízes que receberam meu caso, afinal, a filha deles certamente nunca tiveram problemas com estudos, com dinheiro para pagar a faculdade ou trabalharam em dois empregos enquanto concluíam o Ensino Médio e não precisaram sustentar a família e não sabem o que é batalhar como nós.

Mas não importa o que eles decidam, se você já decidiu que irá concluir o Ensino Médio, você conseguirá alcançar seu objetivo.

Quem quiser conversar sobre o assunto ou desabafar me chama no e-mail: vandias223@gmail.com.

Boa noite e obrigada!

Tags:

Comentário






  • Veja Também


    Meta